Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Apoio emocional

CVV de Santa Cruz recruta voluntários para treinamento on-line

O Centro de Valorização da Vida (CVV) de Santa Cruz do Sul está recrutando voluntários para atuarem junto  à mantenedora de Santa Cruz do Sul. Por conta da pandemia do coronavírus, a seleção e treinamento é realizada de forma on-line. O trabalho de apoio emocional oferecido pelo CVV é grátis e necessita de voluntários para realizarem o atendimento por meio do número 188.

A porta-voz do CVV de Santa Cruz, Naira Lisane Zanette, explica que neste ano o curso será realizado na modalidade remota, com carga horária de três horas semanais. “O voluntário precisa ter acesso à internet com no mínimo 15 mega e uma disponibilidade semanal de três horas, para o curso. O treinamento também é realizado em um ambiente sigiloso e silencioso, para que a aula possa ocorrer de forma remota”, diz.


LEIA TAMBÉM: CVV completa 15 anos em Santa Cruz

Naira explica ainda que o voluntário precisa ter o equipamento para acessar as aulas, que pode ser via computador ou telefone celular. O dispositivo precisa ter microfone e sistema de som, para que o aluno possa acompanhar os conteúdos.  “Após completada esta modalidade haverá um estágio de dois meses no atendimento para que o voluntário tenha quatro horas semanais para o atendimento e duas horas mensais, para a realização de reunião de grupo”, destaca a porta-voz.

Naira Lisane Zanette, porta-voz do CVV de Santa Cruz


As inscrições são para maiores de 18 anos e podem ser feitas pelo e-mail [email protected]. No ato da inscrição, o candidato precisa informar o nome completo e número de telefone, com DDD para que possa ser contatado quando o treinamento começar. A inscrição também pode ser feita junto a guarita do Corpo de Bombeiros de Santa Cruz do Sul, fornecendo nome e o número de telefone para o contato.

Saiba Mais

O Centro de Valorização da Vida (CVV) de Santa Cruz do Sul é mantido pela Associação Amigos da Vida, que em 2021 comemora 16 anos de atividade. O CVV foi fundado em São Paulo, em 1962. Presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato.

A instituição é associada ao Befrienders Worldwide, que congrega entidades congêneres de todo o mundo, e participou da força-tarefa que elaborou a Política Nacional de Prevenção do Suicídio, do Ministério da Saúde, com quem mantém, desde 2015, um termo de cooperação para a implantação de uma linha gratuita nacional de prevenção do suicídio.

A linha 188 começou a funcionar no Rio Grande do Sul e, em setembro de 2017, iniciou sua expansão para todo o Brasil, sendo concluída em 30 de junho de 2018, com a integração de todos os estados. Por ano, 4.000 voluntários realizam cerca de três milhões de atendimentos telefônicos, assim como outras atividades de apoio emocional.

LEIA TAMBÉM: “As pessoas estão se sentindo muito sozinhas”, diz porta-voz do CVV

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.