Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

JF VIGHI

Derrota

Dois jogos no segundo turno e duas derrotas. Jogou mal nas duas partidas. Contra o Guarani, até justifica a falta de elenco graças a lesões e punições. Pelo desempenho em campo, o empate era um bom resultado. No final, o gol contra piorou as coisas. Não vejo ainda ameaçado de classificação, mas é importante estar bem colocado na tabela para ter alguns privilégios no mata-mata. O Avenida já jogou melhor do que nessas duas partidas. Ainda tem um jogo atrasado contra o São Gabriel. Porém, precisa restabelecer o melhor futebol. Acorda, Periquito!

Vitória

O Fortaleza começou melhor, principalmente com uma invasão muito forte do Lucas Lima, ex-jogador do Inter. Aos poucos, o Colorado se impôs e equilibrou, distribuindo melhor o sistema defensivo principalmente pelo lado esquerdo, onde Moisés mais uma vez não foi bem. O potencial colorado proporcionou uma melhora e terminou o primeiro tempo dominando o adversário. O segundo voltou a ser um jogo aberto. E as chances apareceram principalmente para o lado adversário, onde Daniel foi exigido. Expulsões e substituições descaracterizaram o jogo e a qualidade. Oportunismo de Heitor e Yuri Alberto com a complementação para jogada do gol de Edenilson. O que prevaleceu foi a vitória.

Grande vitória

Assim como nos dois confrontos anteriores, o Grêmio fez um bom primeiro tempo. O Flamengo teve mais volume de jogo e criou boas situações, mas Chapecó brilhou. Para premiar, Borja fez o gol já nos descontos e o Tricolor saiu na frente. Borja podia ter decidido, mas Diego Alves defendeu o pênalti. Uma vitória brilhante que ascende a importância do técnico Luiz Felipe Scolari.

LEIA MAIS COLUNAS DE JF VIGHI

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.