Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

DISTANCIAMENTO CONTROLADO

“Entramos agosto com expectativa de indicadores mais tranquilos”, diz governador

Foto: Reprodução

A 13ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado traz, no mapa definitivo, seis regiões em bandeira vermelha. A divulgação foi feita pelo governador Eduardo Leite em transmissão pelas redes sociais nesta segunda-feira, 3. As bandeiras ficam vigentes a partir da meia-noite desta segunda, até as 23h59 da próxima segunda-feira, 10.

Divulgado na sexta-feira, 31, o mapa preliminar da 13ª rodada classificou 12 regiões como de alto risco epidemiológico. Depois de análise dos 34 pedidos de reconsideração enviados por municípios e associações, o Gabinete de Crise acatou o recurso de seis regiões, resultando em seis regiões com bandeira laranja (risco médio). As regiões 28 (de Santa Cruz do Sul) e 27 (de Cachoeira do Sul) já ficaram na bandeira laranja no mapa preliminar.

LEIA MAIS: Região fica na bandeira laranja na próxima semana

“Entramos agosto com expectativa de estabilização e de indicadores mais tranquilos. O Rio Grande do Sul parou menos, por menos tempo, teve menores perdas econômicas do que a maior parte dos outros Estados, e também perdeu menos vidas, se comparado aos outros Estados. Estamos discutindo, caso essa estabilização se confirme, alterações em protocolos de bandeira vermelha para permitir o funcionamento de atividades comerciais que, hoje, estão restritas”, explicou o governador.

O governo do Estado aceitou a reconsideração de Bagé, cujo pedido foi encaminhado pelo município para toda a região, e das associações regionais de Santo Ângelo, Santa Rosa, Palmeira das Missões, Pelotas e Caxias do Sul. O Gabinete de Crise indeferiu os recursos apresentados pelas regiões de Passo Fundo, Novo Hamburgo e Lajeado, que permanecem em bandeira vermelha, por terem apresentado alto nível de ocupação dos leitos e de propagação do vírus. Os três se somam a Taquara, Canoas e Porto Alegre, que já estavam em vermelho, e seus representantes não apresentaram pedido de reconsideração.

LEIA MAIS: Governo do Estado recebe 34 pedidos de reconsideração de bandeira

“É importante insistir que buscamos conciliar a preservação das vidas com o melhor desempenho da atividade econômica, e temos conseguido isso. Temos a menor taxa de letalidade, de incidência de casos, e o melhor desempenho na arrecadação do primeiro semestre, se comparado aos demais Estados das regiões Sul e Sudeste”, ressaltou o governador.

Leite também lembrou que o governo do Estado e a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) estão em processo de discussão de um processo de cogestão do modelo de Distanciamento Controlado, que confira maior autonomia aos municípios. Uma reunião entre o Estado e a Famurs está marcada para esta terça-feira, 4.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.