Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

ATLETISMO

Fora dos Jogos de Tóquio, Jaqueline Weber está na torcida por amigos e na expectativa por Paris

Atleta espera que o Brasil conquiste resultados importantes nas provas a partir de hoje

Nascida em Teutônia, mas radicada em Santa Cruz do Sul, a atleta Jaqueline Weber finalizou o ranking olímpico na 89ª posição, ficando a 58 pontos da vaga. Mesmo não estando em Tóquio, a vice-presidente da Comissão dos Atletas da Confederação Brasileira está envolvida com os Jogos. As provas de atletismo começam nesta quinta-feira, 29, à noite.

“Desta vez, estou no papel de torcedora e representante dos atletas. Recebemos a informação de que a logística dos Jogos e do Time Brasil está muito boa. Apesar de todas as restrições e cuidados, os atletas estão sendo bem recebidos e contando com o carinho do povo japonês”, destacou.

Ela lamentou não ter ido ao maior evento esportivo do mundial, mas está motivada com a participação do Brasil. “Meu coração ficou apertado quando comecei a ver meus colegas viajando para Tóquio. No começo, doía um pouco ver as chamadas televisivas, mas agora estou totalmente envolvida no clima e torcendo muito. Isso motiva para estar representando o Brasil nos Jogos de Paris, em 2024.”

LEIA TAMBÉM: Gaúcho Fernando Scheffer fatura bronze na natação

Sobre o atletismo, Jaqueline projeta resultados importantes. “Acho que podemos ter uma boa atuação de nossa delegação. O principal objetivo é sempre buscar melhores marcas pessoais e o maior número de finais possíveis. Mas temos também chances reais de medalhas”, projetou. Uma delas pode vir com Alisson dos Santos, o Piu, atualmente em terceiro no ranking mundial, nos 400 metros com barreiras. No salto com vara, Thiago Braz, atual campeão olímpico, também é esperança de medalha.

Já no arremesso de peso, Darlan Romani, quarto colocado do último campeonato mundial, pode subir no pódio. “Vale a pena ficar ligado ainda nos revezamentos 4x100m, em que o Brasil tem muita tradição, e na marcha atlética feminina e masculina”, disse Jaque. “Por fim, um carinho especial para a participação dos gaúchos Almir e Samory, no salto triplo e em distância, respectivamente; à santa-cruzense Fernanda Borges no lançamento do disco, e Pedro e Anderson no 4×400 metros misto.”

LEIA MAIS: Atleta santa-cruzense reverte suspensão por doping e vai disputar as Olimpíadas

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.