Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Crime

Médico é preso após estuprar 14 pacientes em Florianópolis

Um médico de 66 anos foi preso em seu consultório em Florianópolis nesta terça-feira, 16. Segundo informações do Correio do Povo, o homem é suspeito de estuprar 14 pacientes.

O desfecho do caso foi revelado com a ajuda de uma servidora pública de 30 anos, que foi estuprada pelo médico e denunciou o caso na Delegacia de Polícia. Em janeiro de 2015, a mulher buscou atendimento com o profissional e durante a consulta bebeu água de um copo que ele ofereceu. A paciente foi dopada e só lembrava de fragmentos da agressão, do homem com as calças abaixadas e com uma camisinha na mão.

Segundo o relato da vítima, ela não conseguia se mover nem gritar durante o ataque, e foi levada para casa por uma amiga que a havia acompanhado até a consulta. Ela dormiu por quase um dia inteiro e quando acordou recordou de mais cenas do estupro. Ela foi até a clínica para confrontar o agressor, que confessou o crime. A mulher estava com um gravador na bolsa e levou o material até a Polícia, onde registrou um boletim de ocorrência.

O delegado Ricardo Lemos Thomé, responsável pela investigação uniu no mesmo inquérito 14 acusações contra o médico, e aponta muitas semelhanças nas histórias das mulheres. O mandado de prisão foi expedido apenas nesta semana.

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.