Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

luto

Morre o pastor Henrique Guilherme Scherer, da IECLB, aos 62 anos

Membros da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) no Vale do Rio Pardo e também no Vale do Jacuí Centro foram surpreendidos nesta sexta-feira, 3, com a notícia do falecimento do pastor Henrique Guilherme Scherer, aos 62 anos. Ele, que vinha em tratamento de saúde há alguns anos, atuara como líder espiritual referencial junto a várias comunidades, entre as quais Monte Alverne, e há quase uma década estava radicado em Candelária, última comunidade de atuação profissional, junto à qual se aposentou, e a cidade na qual optou por fixar residência definitiva, no Bairro Centro. Deixou enlutadas a esposa Lisete Wrasse Scherer e a filha Martina Wrasse Scherer, além de irmãos, irmãs, sobrinhos, cunhados e demais familiares e amigos.

O corpo está sendo velado na Capela São Joaquim, da Comunidade Católica de Candelária, e neste sábado, 4, às 8 horas, será transladado por intermédio da Funerária Gass até a Igreja da IECLB em Vila Paraíso, no interior de Paraíso do Sul, junto a cuja Paróquia Serra Paraíso ele igualmente atuara como pastor anteriormente, atendendo Vila Paraíso e Linha dos Pomeranos e Complexo da Serra, estas duas já na região serrana de Agudo. A cerimônia de despedida iniciará às 11 horas, seguida do sepultamento no Cemitério Evangélico de Vila Paraíso.

LEIA MAIS: Comunidade Evangélica realiza concerto natalino nesta quarta-feira

O pastor Henrique foi ordenado no dia 6 de dezembro de 1992, em Paraíso do Sul, e atuou de 1989 a 1995 na Paróquia Serra Paraíso. Posteriormente, de 1993 a 1995, foi pastor distrital da DE Vale do Jacuí; de 1995 a 2005 atuou junto à Paróquia da IECLB em Monte Alverne, na região serrana de Santa Cruz do Sul; de 2005 a 2011, por sua vez, atuou na comunidade de Agudo (RS); e de 2012 a 2019 ficou junto à comunidade de Candelária, onde se aposentou. No esmero da dedicação à educação da filha Martina, ela seguidamente o acompanhava nas atividades junto às comunidades, e, inspirada nesse exemplo de liderança, ela se tornou jornalista, hoje integrada à equipe da sede da IECLB, em Porto Alegre.

O pastor Bruno Bublitz, também aposentado, era o pastor sinodal em Santa Cruz do Sul na época em que o pastor Henrique veio atuar em Candelária, e recorda com carinho o forte espírito de liderança e de engajamento nas causas comunitárias que o colega e amigo sempre expressara. “O Henrique se envolvia sempre com o coração em tudo o que dizia respeito ao bem-estar das comunidades”, mencionou. “Deixou marcas positivas muito profundas em todos os lugares por onde passou. A preocupação dele sempre foi ser líder espiritual para uma vida com mais fé, e deixou grandes amigos em cada ambiente em que atuou”. Bublitz ainda cita uma marca pessoal de Henrique: um grande cantor, de voz marcante, acompanhado do violão, liderando os cantos durante os cultos. 

Quem também lamenta pela morte de Scherer é o presidente da Comunidade da IECLB em Candelária, Alberto Edison Radtke. Mesmo não sendo ainda o presidente na época em que Henrique se aposentou, visto que assumiu o cargo em 2020, Radtke cita que Scherer seguiu sendo participativo e ativo mesmo após deixar de ser pastor na cidade. O presidente ainda recorda que Scherer liderara a criação do grupo de legionários da comunidade.

LEIA MAIS: Moradora de Santa Cruz é presidente nacional da Oase

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.