Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

LISSI BENDER

Nachruf – Obituário: um entusiasta por Rio Pardinho e pelo Brasil faleceu

Após uma vida dedicada às relações Brasil-Alemanha e às pesquisas bilaterais, despediu-se da vida terrena o professor Dr. Wolf Engels, em 18 de dezembro 2021. Dr. Engels foi renomado professor da Universidade de Tübingen, fundador do Centro Brasil do Estado de Baden-Württtemberg, da universidade Eberhard-Karls. O professor mantinha profundas raízes emocionais com Rio Pardinho. Seu avô, Friedrich Klasing, havia sido pastor da igreja luterana histórica. Ao lado, no cemitério histórico, jazem dois de seus filhos. A mãe de Engels era a filha primogênita do pastor. Seu avô foi missionário da igreja evangélica luterana, casou com Helene von Mosch, que veio a ser avó de Engels. Ela era farmacêutica e havia sido enviada da Silésia ao Rio Grande do Sul, para reformar o provimento de medicamentos do hospital evangélico, no Bairro Moinho de Ventos e na Santa Casa, em Porto Alegre, e, mais tarde, também na região de Santa Cruz.

Para além das atividades como pastor, avô Klasing se empenhou ativamente pelo progresso técnico e pela vida cultural no Rio Grande do Sul. Nas colônias, ele se empenhou em favor de escolas e de hospitais. Em Santa Cruz e em Rio Pardinho, onde existe até hoje uma propriedade que fora sua, se dedicou também à formação de jovens. Para tanto, importou livros escolares, obras literárias, dava aulas de música e praticava o canto com as crianças. Em Santa Cruz foi também professor de violino e de órgão na Deutsche Schule. Muitos aprenderam a tocar violino com ele.

O avô de Engels foi também um dos fundadores do jornal Kolonie, em Santa Cruz. Com a prosperidade do jornal, também ajudou na aquisição e na importação de modernas máquinas de impressão.

Dr. Engels, por sua vez, foi renomado biólogo, conhecido como pesquisador de abelhas. Também atuou como professor visitante da Universidade de São Paulo (USP). Lá, pesquisou, junto com a esposa, a reprodução das abelhas sem ferrão. Suas muitas pesquisas estão registradas em publicações brasileiras e alemãs. Engels ainda foi orientador de doutorado de muitos acadêmicos brasileiros e alemães. Alguns trabalham em universidades brasileiras, levando adiante seu legado, como o Dr. Andreas Köhler, da Unisc. Com a ativa participação de Engels foi instaurado em 2000 um convênio entre BadenWürttemberg e Rio Grande do Sul – o Brasilien-Zentrum –, do qual foi presidente por muitos anos. Este centro já possibilitou intercâmbio para inúmeros estudantes universitários e pesquisadores, tanto brasileiros quanto alemães.

Minha vida cruzou pela primeira vez com a de professor Engels em 1995, durante uma viagem à Alemanha, para conhecer a vida acadêmica e cultural, promovida pelo DAAD (serviço de intercâmbio acadêmico alemão). Participei da viagem como professora acompanhante de um grupo de estudantes da Unisc, PUC e Ufrgs. Em 2002, Engels veio à Unisc para costurar um convênio com a universidade. Desde aquele tempo se estabeleceu nossa relação fraterna e acadêmica. Muitas vezes esteve por aqui. Sempre que vinha, visitava Rio Pardinho e mantinha sólidas amizades por lá. Em nossos muitos encontros na Alemanha, nunca deixou de perguntar por Rio Pardinho, e eu sempre lhe levava mel de Rio Pardinho, para ele sentir um sabor do lugar que tanto amava.

Até o fim sonhou um dia ver as terras do avô transformadas em espaço para pesquisa ou cultura. Seu amor por sua “segunda Heimat” foi uma constante em sua vida. Sentia orgulho de seu passaporte brasileiro. Sua última visita a Rio Pardinho foi em 2017, quando também participou do oitavo Simpósio Brasil-Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável, na PUCRS, promovido pelo Brasilien-Zentrum, em parceria com a universidade gaúcha. Durante minhas muitas estadias para pesquisa na universidade alemã, lecionei Língua Portuguesa, como língua estrangeira para estudantes da universidade a convite do professor Engels. Wolf Engels foi meu grande incentivador para fazer doutorado na Alemanha. Mas, acima de tudo, ele foi um diligente e ativo promotor das relações acadêmicas entre Brasil e Alemanha, e amigo de Rio Pardinho.

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.