Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Patrimônio

Prédio do antigo fórum segue fechado no Centro de Santa Cruz

Foto: Rafaelly Machado

Construção centenária está desocupada há quase dois anos e sem previsão de uso

Prestes a completar 118 anos de inauguração, o prédio que já foi colégio, Fórum e secretaria municipal está fechado. O imóvel, localizado na esquina das ruas Tenente Coronel Brito e Borges de Medeiros, no Centro de Santa Cruz do Sul, pertence ao patrimônio do município, mas está desocupado.

A última inquilina da construção histórica, edificada em estilo eclético, foi a Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, que se mudou do espaço há quase dois anos. Em 2020, o então prefeito Telmo Kirst havia manifestado o interesse em ceder o local para a Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp).

LEIA TAMBÉM: Começa asfaltamento na Rua Vereador Benno João Kist


O projeto de lei 110/E/2020, encaminhado em setembro, previa a cedência à Assemp do prédio e de mais um terreno localizado no Centro, pelo prazo de 15 anos. Em troca, a entidade entregaria a área atualmente ocupada, localizada na Rua Coronel Oscar Jost, também no Centro. Com o negócio, a Assemp ficaria encarregada de restaurar a edificação histórica, seguindo os modelos de preservação do patrimônio histórico.

No entanto, em 4 de dezembro de 2020, o Palacinho retirou o projeto da Câmara, cancelando a troca de imóveis com a Assemp. De acordo com o atual presidente da entidade, que assumiu a associação no início do ano, Fábio Borba, a nova diretoria não recebeu nenhuma proposta do Município sobre permuta de imóveis, situação que, segundo ele, não estaria entre as prioridades da associação.


No outro lado, a prefeita Helena Hermany (PP) ainda não tem planos para a edificação. Por meio da Secretaria Municipal de Comunicação, a atual chefe do Executivo confirmou que não há interesse em retomar a negociação com a Assemp envolvendo a permuta de imóveis.

Segundo a prefeita, neste momento o Executivo está focado no combate à pandemia do coronavírus e nos efeitos da enxurrada de 28 de janeiro. Ainda na lista de prioridades está o cumprimento das metas para os primeiros cem dias de governo. No decorrer do ano, a Prefeitura não descarta a elaboração de um projeto de revitalização para uma possível ocupação e uso futuro do prédio.

LEIA TAMBÉM: Prefeitura de Santa Cruz abre sindicância para apurar dano no Castramóvel

Edificação que guarda a história

O prédio da esquina das ruas Tenente Coronel Brito e Borges de Medeiros foi a sede do Colégio Distrital, instalado em 1903, ano da inauguração da edificação. A construção também abrigou temporariamente o Colégio Mauá.

Tempos depois o prédio foi usado pelo Fórum de Santa Cruz do Sul, até o ano de 2002, quando foi inaugurado o atual endereço do Judiciário no município. Após a recuperação do local, em 2003, foi instalada a Secretaria Municipal de Planejamento, que permaneceu no prédio até 2019.

Edificado em estilo eclético, comum às obras executadas no início do século 20, o prédio tem três pavimentos: porão, térreo e segundo andar. O número 333 da Tenente Coronel Brito é tombado como patrimônio histórico do Rio Grande do Sul desde 2002 e é avaliado em R$ 1,8 milhão.

LEIA TAMBÉM: Reunião discute entrega de casas nos loteamentos Mãe de Deus e Santa Maria

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.