Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

O que fica do verão

Santa Cruz entra na onda do beach tennis

Basta o relógio marcar 18 horas para as seis quadras de areia da Inside Esportes ficarem lotadas em Santa Cruz do Sul. Duplas de todas as idades e profissões se deslocam ao clube localizado às margens da BR-471 para deixar os problemas do lado de fora e focar no esporte do momento: o beach tennis. “Nunca tinha achado nenhum jogo que me atraísse, até experimentar essa modalidade há dois anos. Aqui a gente une saúde e prazer e aproveita para conhecer gente nova. Se eu pudesse, treinava sete dias por semana”, diz a funcionária pública Maria Quitéria Marasca, 46.

Em plena terça-feira, o mesmo cenário se repete do outro lado da cidade, no Tênis Clube Santa Cruz. Passa das 19h30 quando o empresário Rodrigo Keller, 33 anos, encerra uma partida e vai ao encontro do filho João Gabriel, 8 anos. Ele, que veio de Porto Alegre e já praticava o esporte desde 2016, em espaços como a Praça da Encol, diz ter encontrado na modalidade não só uma forma de praticar exercícios, mas também de socializar. “O beach tennis foi uma ótima oportunidade para conhecer pessoas e me introduzir na sociedade aqui em Santa Cruz. Hoje meus amigos são todos desse meio.” E o pequeno, que faz questão de assistir aos jogos do pai, já afirma. “Quero jogar que nem ele.”

Foto: Bruno PedryKeller: prática é um meio de socializar
Keller: prática é um meio de socializar

 

A julgar pela empolgação de quem pratica, o beach tennis veio mesmo para ficar. Prova disso é o respaldo que a cidade já conquistou em competições Rio Grande do Sul afora. Conforme o diretor de Esporte do Tênis Clube, Luis Fernando Meinhardt, Santa Cruz – ao lado de Porto Alegre, Passo Fundo e, claro, do Litoral – é considerada uma das potências do esporte no Estado. “Se há dois anos eram apenas 30 pessoas que praticavam aqui no clube, hoje contabilizamos até 200.” O acréscimo é de 566%.

Foto: Bruno PedryMeinhardt: uma das potências no Estado
Meinhardt: uma das potências no Estado

 

A facilidade de jogo e as estruturas disponibilizadas pelos clubes parecem ser os grandes motivos de o beach ter se tornado um fenômeno por aqui. Além de quadras ao ar livre e cobertas – não tem inverno que impeça os jogadores de colocar o pé na areia –, os clubes disponibilizam estruturas para fazer aquele churrasquinho e seguir a confraternização após as suadas partidas. “O beach tennis é um jogo muito simples. Além de a raquete ser menor do que a do tênis convencional, é um jogo que as pessoas aprendem rápido”, avalia Cristian Pagel, proprietário da Inside Esportes.

O empresário, que trabalha há 23 anos na área, afirma que este pode ser considerado o melhor momento dos esportes de raquete. “Trata-se de uma modalidade que aceita todos os níveis.” Na Inside, por exemplo, Pagel dá aula para turmas de todas as idades, incluindo crianças. Mas segundo ele, quem domina é a mulherada. “Cerca de 70% das pessoas que vêm até aqui para jogar beach são mulheres. O mais interessante é que elas se organizam em grupos e estendem o convívio para além das quadras.” Há também casais e até famílias que praticam o esporte juntos.

Foto: Bruno PedryPagel: facilidade do jogo é incentivo
Pagel: facilidade do jogo é incentivo

 

Tênis de praia, mas não só de praia

Além da Inside Esportes e do Tênis Clube, em Santa Cruz do Sul é possível jogar beach tennis (ou tênis de praia) na  sede campestre do União Corinthians, na AABB, e na mais recente estrutura montada, a Biergol, localizada na RSC-287, próximo ao trevo do Gaúcho Diesel. Na visão do vice-presidente de Esportes do União Corinthians, Felipe Teichmann, o incremento do esporte em Santa Cruz e no Rio Grande do Sul veio acompanhado do “boom” do padel.

“Antes se associava o beach tennis às cidades litorâneas, mas com a criação de estruturas em outras cidades isso rapidamente começou a se pulverizar. Acredito que o número de quadras específicas para beach tenha aumentado até 50% em todo o Rio Grande do Sul.” O Tênis Clube e a Inside Esportes também sediam torneios de beach tennis.

Destaque

O Brasil figura entre os protagonistas nos grandes campeonatos de beach tennis. No ano passado, o País conquistou o bicampeonato mundial por equipes em Moscou, na Rússia. E Santa Cruz do Sul já enviou atletas até para a Copa das Confederações – e eles fizeram bonito. Tize Heuser Ruschel, Regina Quatke, Raquel Rick Cruz e Jorge Waechter representaram a Seleção Gaúcha de Beach Tennis em Jurerê, Santa Catarina, e sagraram-se campeões da competição.

Onde encontrar

Ficou com vontade de experimentar? Entre em contato com os clubes de Santa Cruz do Sul e agende um horário para praticar o beach tennis. Além das quadras de areia, os estabelecimentos oferecem áreas com churrasqueiras para fazer aquela confraternização depois. É possível jogar em duplas ou individualmente.

Inside Esportes – (51) 98149 1994
Biergol – (51) 99700 4700
Tênis Clube – (51) 3715 2811 (somente para sócios)
União Corinthians – (51) 3715 8844 (somente para sócios)
AABB – (51) 3711 2843 (somente para sócios)

Quanto custa?

Se você vai para a praia e quer curtir o restinho do verão praticando a modalidade, poderá encontrar raquetes de beach tennis por R$ 399,00 em Santa Cruz do Sul. Já a bolinha soft custa R$ 15,90. O orçamento é da Loja do Esportista. Existem também equipamentos mais especializados que podem ser encomendados pela internet. Em Santa Cruz do Sul, a Inside Esportes e o Biergol trabalham com o esquema de diárias, com empréstimo de raquetes. Os valores variam de R$ 50,00 a R$ 60,00 a hora.

Quadra nas praças

No último dia 26, o vereador Alex Knak protocolou um pedido de indicação a Prefeitura para a construção de quadras de beach tennis em espaços públicos de Santa Cruz do Sul. Os locais indicados são a Praça da Pasqualini e o Campinho da Verena. Ainda em 2017, o parlamentar sugeriu que fossem levantadas quadras no novo complexo do Lago Dourado. Segundo ele, trata-se de um custo mínimo para tornar acessível a prática de um esporte que ganha cada vez mais adeptos no município.

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.