Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

Preocupação

Santa Cruz tem a maior letalidade por dengue no Rio Grande do Sul

Santa Cruz do Sul é o município com maior taxa de letalidade por dengue em todo o Rio Grande do Sul. A informação é de um boletim epidemiológico, emitido pela Prefeitura nesta quinta-feira, 3. O documento apresenta dados da circulação da dengue no município, como total de casos, testagem da população e idades dos pacientes cuja doença foi notificada.

Segundo o boletim, a “taxa de letalidade aparente da doença no município de Santa Cruz do Sul é de 300 a cada 100.000 casos. Esse índice coloca o município com a maior letalidade do Estado.” Este índice é uma medida da gravidade da doença, calculada dividindo-se o número de óbitos pelo número de casos da mesma doença. Em Santa Cruz, a taxa de letalidade é de 0,3%.

LEIA TAMBÉM: Com mais de mil casos de dengue, situação preocupa em Santa Cruz

A Prefeitura informou que, até o dia 29 de maio, foram 1.773 casos confirmados da doença (dado foi atualizado nessa quarta; confira abaixo), com 370 descartados, sete inconclusivos e 216 casos aguardando resultados. Ainda no documento, é apresentado o gráfico de confirmações da doença, que teve maior incidência em abril. “Nota-se também que no mês de Maio houve redução do número de casos, podendo estar associado à queda de temperatura e às medidas de controle realizadas pelo Departamento de Ações em Vigilância e Saúde”, diz o boletim.

Gráfico mostra os casos positivos por data de notificação | Fonte: Prefeitura de Santa Cruz


O boletim epidemiológico demonstra que houve uma queda no número de notificações nos últimos 10 dias, “o que pode ser justificado pela queda da temperatura média.” Ainda são apresentados dados relacionados à coletas para realização de testes, testes não coletados, prevalência dos casos por gênero, divisão dos casos notificados por faixa etária e casos ativos. Acesse o documento completo clicando AQUI.

Nessa quarta-feira, 2, foi confirmada a quinta morte causada pela dengue em Santa Cruz do Sul em 2021. O boletim semanal do município, também divulgado nessa quarta, afirma que já foram registrados um total de 1.930 casos confirmados da doença no município. 

LEIA MAIS: Secretaria de Saúde confirma quinta morte por dengue em Santa Cruz

Transmissão e prevenção

A dengue é transmitida pelas fêmeas do mosquito Aedes aegypti. O principal meio de prevenção da doença é o controle da população do inseto. O Aedes se reproduz em água parada, mesmo em quantidades muito pequenas.

Sintomas

O primeiro sintoma da dengue costuma ser a febre alta, entre 39 e 40 graus, que surge de forma repentina e, geralmente, dura entre dois e sete dias. Os pacientes também costumam apresentar dores de cabeça e no corpo, fraqueza e feridas na pele. Podem ocorrer, ainda, náusea e vômito.

LEIA MAIS: Teste da dengue deve ser feito a partir do sétimo dia de sintomas

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.