Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

OBITUÁRIO

Segundo-secretário da Afubra morre aos 43 anos

O segundo-secretário da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Adriano da Cunha, morreu nessa sexta-feira, 16, no Hospital Santa Cruz, em Santa Cruz do Sul, após 23 dias de internação em tratamento contra a Covid-19. Ele integrava a diretoria da entidade desde julho de 2019 e, além de segundo-secretário, era diretor do Departamento de Comunicação e Marketing. Natural de Imbuia (SC), onde nasceu em 23 de agosto de 1977, Cunha residia em Santa Cruz do Sul desde fevereiro de 2020.

A Afubra divulgou nota no início da tarde dessa sexta-feira lamentando a morte. “É difícil compreender o chamado de Deus, mas, mais uma vez, Ele nos mostra que, a cada dia, devemos estar preparados para este momento”, diz o comunicado.

LEIA TAMBÉM: Estado segue com todas as regiões em bandeira preta

Ao lembrar que Cunha fez parte da diretoria desde julho de 2019, o texto diz que, “pelas suas atitudes, pelo seu caráter, pelo seu profundo conhecimento do setor, se integrou à Família Afubra rapidamente e vinha desempenhando um papel fundamental no desenvolvimento da instituição”.

O translado até o município natal de Cunha ocorreu nessa sexta-feira. Ele deixa enlutados a esposa Simone Martins e os pais Santolino da Cunha e Evanilde Joenck da Cunha. “Perdemos alguém por quem temos um grande carinho e admiração. Jamais esqueceremos o seu companheirismo e dedicação ao trabalho. Continuaremos o seu legado e tentando seguir seus sábios ensinamentos. Descansa em paz, Adriano. Nossos sentimentos de pesar à família”, encerra a nota da Afubra.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.