Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

RODRIGO VIANNA

Simplificar

Já escrevi neste espaço que, às vezes, fazer o simples é o mais recomendado. Na época estava avaliando o momento do Inter, com Miguel Ángel Ramírez. Agora, Aguirre começa a pensar em time titular. Dá sinais de que vai inventar pouco e utilizar a espinha dorsal que o torcedor mais gosta. Cuesta, Dourado, Edenilson, Patrick, Taison e Yuri Alberto. O resto é só não inventar, ou seja, simplificar.

Simplificar 2
Felipão chegou e o Grêmio parou de perder. Até venceu a LDU no meio de semana fora de casa. Não cresceu em desempenho, não evoluiu tecnicamente, mas ao menos foi competitivo. Palavra usada por Felipão quando chegou no Gre-Nal. Sem inventar e na mesma onda de fazer o simples, o cascudo Felipão começa a dar indícios de que só vai jogar quem correr atrás do adversário. Aliás, com ele sempre foi assim, e agora o grêmio também começa a jogar sem a bola. Um sinal importante.

Começo
A preparação está sendo bem executada. O Avenida já tem jogo-treino neste sábado. E olha que estamos distantes um mês da estreia na Divisão de Acesso. O Periquito indica que está bem planejado, organizado, a fim de buscar o tão sonhado acesso à primeira divisão. Aliás, a combinação Jair Eich e Avenida faz o torcedor sonhar com a vaga na elite. Por tudo que está sendo contado nos veículos da Gazeta, fico cada vez mais confiante na trajetória durante a competição.

Times grandes
A chave do Avenida tem bastante gente grande. Grêmio Bagé, Guarany-BG, Lajeadense, São Paulo-RG, Inter-SM, São Gabriel e o Guarani-VA Venâncio. A Divisão de Acesso será chapa quente. Bom final de semana.

LEIA OUTRAS COLUNAS DE RODRIGO VIANNA

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.