Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

NBB

União Corinthians inicia com revés de 77 a 59 diante do Minas

Foto: Alencar da Rosa

Aguardada com ansiosidade, a estreia do Luvix/União Corinthians no Novo Basquete Brasil (NBB) 2021/22 ocorreu na noite desta segunda-feira, 25, com uma derrota para o Minas Tênis Clube por 77 a 59, no Ginásio Poliesportivo Arnão. O próximo compromisso será nesta quarta-feira, 27, novamente em casa, às 20h30, contra o atual campeão Flamengo, que venceu o São Paulo na abertura por 86 a 61, no último sábado, 23. O ala-pivô Mike Simms foi o cestinha com 20 pontos. O ala-pivô Lelê liderou nos rebotes com sete e o ala-pivô Guilherme Teichmann igualou com o ala-armador Enzo Cafferata com três assistências.

O Luvix/União Corinthians ainda não conta com o pivô Leozão em razão de recuperação da artroscopia feita no joelho direito. Ele deve ficar à disposição em dezembro. O ala-armador Ícaro Parisotto sofreu um luxação no ombro esquerdo durante o jogo-treino contra o Caxias na última sexta-feira e ficará quatro semanas em recuperação.

O Luvix/União Corinthians iniciou a partida com Simms, Cafferata, Lelê, Teichmann e Gruber. Lelê escreveu o seu nome na história ao anotar os primeiros quatro pontos do UniCo na história do NBB, em duas cestas. A primeira bola de três foi anotada por Gruber. Depois Simms conseguiu uma de três também. O UniCo mostrava força nos minutos iniciais, com três roubadas de bola e dois tocos. O primeiro período fechou com 14 a 8 para a equipe santa-cruzense, resultado que levantou a torcida presente no Arnão.

União Corinthians iniciou com melhor rendimento
Foto: Alencar da Rosa

No segundo período, o UniCo viu uma recuperação do adversário, mas conseguiu somar 12 pontos com Cafferata e Lelê em lances livres, Gruber em duas bolas de dois e Simms em tentativa de três e uma enterrada. No fim do quarto, o Minas fechou com vantagem de 18 a 12. No placar geral, as equipes foram para os vestiários com um empate em 26 a 26. Na saída de quadra, Lelê destacou que a equipe precisaria ajustar alguns erros para sair com a vitória.

O Minas abriu vantagem no terceiro período, com 10 a 5 em três minutos. Os principais lances do UniCo foram um toco de Gruber e uma cesta de três anotada por Simms. Nos minutos finais, João colaborou com seis pontos. Foi a parcial de maior desequilíbrio a favor do time mineiro: 34 a 15. O placar chegou em 60 a 41, com muito volume e alto aproveitamento de arremessos dos visitantes, com destaques para Gui Santos, Gui Deodato, Shaq Johnson e Alexey.

Qualidade do Minas prevaleceu no segundo tempo
Foto: Alencar da Rosa

Para o período final, o UniCo começou com bola de três convertida por Simms e um toco de Malachias. Cafferata mandou uma de três para igualar em 8 a 8 com pouco mais de quatro minutos no cronômetro. Com menos de dois minutos, Simms também converteu uma de três. No fim, vitória do UniCo no período, por 18 a 17. Teichmann comentou sobre a queda de rendimento da equipe, principalmente no início do segundo tempo. “A gente teve dificuldades, muita bola dentro do garrafão. Isso foi mérito deles. Precisamos melhorar a parte física e o ataque. Agora vamos pensar no próximo jogo”, disse.

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.