Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

REGIÃO

Unisc instalará incubadora tecnológica em Venâncio Aires

Prefeito fez parte da comitiva venâncio-airense que conheceu estrutura no campus de Santa Cruz do Sul, na última terça-feira

Uma comitiva de Venâncio Aires esteve na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) na terça-feira, 8, para conhecer as estruturas da Incubadora Tecnológica e do Parque Tecnológico mantido pela instituição no campus da sua sede. O objetivo é implantar o projeto na Capital do Chimarrão e fomentar novas experiências empreendedoras nas áreas de tecnologia e agroindústria de alimentos. Um protocolo de intenções deve ser assinado nos próximos dias para iniciar a incubação das primeiras empresas no novo espaço.

Com a participação do prefeito Jarbas da Rosa, da vice Izaura Landim, dos secretários de Desenvolvimento Econômico, Nelsoir Battisti, da Educação, Emerson Henrique, e assessores, a visita foi coordenada pela reitora da Unisc, Carmen Lúcia Helfer, ao lado do vice-reitor Rafael Henn e de toda a direção do Parque Científico e Tecnológico Unisc (TecnoUnisc). Além de uma apresentação institucional sobre o trabalho iniciado há quase 20 anos no campus de Santa Cruz, o grupo visitou as estruturas e conversou com técnicos e empresários sobre as experiências que devem ser implantadas em Venâncio.

Com o objetivo de apoiar a formação e consolidação de micro e pequenas empresas tecnologicamente inovadoras, a incubadora deve oferecer espaço físico, treinamentos, consultorias especializadas, orientação empresarial e suporte na elaboração de projetos para busca de recursos junto a órgãos de fomento. “Já mostramos nosso interesse e a Unisc também. Agora vamos assinar o protocolo de intenções para implantação, provavelmente junto ao campus da Unisc em Venâncio Aires, e definir, via edital, os critérios para seleção das empresas que poderão ser incubadas aqui”, revelou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nelsoir Battisti.

Jarbas da Rosa ressalta que o projeto prevê a incubação de empresas tecnológicas ou inovadoras ao longo de dois anos. Assim que elas estiverem preparadas para o mercado, poderão ir para o Parque Tecnológico, que deverá ser montado junto à área da antiga Favan. “É mais uma ação do nosso programa de desenvolvimento. Acreditamos muito no fomento de novas ideias e queremos incentivar os empreendedores locais a se desenvolverem de forma sólida, gerando riqueza e empregos qualificados. A incubadora e o Parque Tecnológico são projetos que sairão do papel ainda neste ano para fazerem diferença no futuro do nosso município”, comentou.

LEIA TAMBÉM: Programa estadual prevê R$ 23 milhões para a ERS-403

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.