Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

ENTRETENIMENTO

VÍDEO: muita música e diversão no parque e nas casas

Foto: Bruno Pedry

Banda Heilige apresentou a música Kerbfest, feita especialmente para a Oktoberfest, animando quem assistia in loco e também em casa

A semana começou em clima de muita diversão e comemoração. E não só porque Santa Cruz do Sul vive a programação da 36ª Oktoberfest. Uma das atrações de segunda-feira, 11, foi recheada de motivos para comemorar. A live Ritmos de Oktober em Casa agitou o espaço das cervejarias e levou música para além dos limites do Parque da Oktoberfest.

Além da empolgação dos artistas, o público pôde acompanhar o lançamento da música Kerbfest, feita especialmente pelos integrantes da Banda Heilige para a Oktoberfest. Uniformizados, com os trajes típicos que marcam a passagem do grupo nas apresentações itinerantes, eles animaram as pessoas que assistiam in loco e, por certo, aqueles que estavam em casa.

LEIA MAIS: 36ª Oktober vai ter atrações especiais para a criançada neste feriado

Foi o caso de Benami Duarte, 69 anos, que aproveitou o Dia da Maturidade Ativa. Acompanhada da filha Jômica e do genro Alex, ela encarou a instabilidade climática e se divertiu na estrutura do parque. “Trabalhava como guia neste tempo da festa. As excursões vinham e eu orientava o city tour”, conta. Curtindo o momento presencial, que teve toda a atenção para atender aos protocolos, com distância e número de pessoas limite nas mesas, ela reforçou que a live serve como mais uma opção. “Gosto de estar aqui, mas a realização das lives se tornou uma alternativa extra para as pessoas acompanharem a programação sem saírem de suas casas”, destaca.

A realização das lives Ritmos de Oktober em Casa é da Fundação Gazeta, com promoção da Gazeta Rádios e patrocínio da Box Distribuidor e Geração Materiais para Móveis. O financiamento é por meio do Pró-Cultura, do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Começou na última sexta-feira e já teve apresentações das bandas Scala, Munich, Magia Musical, Santa Cruz, Heilege e Fandangaço.

Às 14 horas desta terça-feira, 12, no Pavilhão Central, segue com a Dança de Criança, apresentada pela comunicadora Aline Silva, com Dugges Dance, Pagokids, oficina de dança, teatro com InsPirados e música com Ana Caroline, Camyla Piel e Filipo. Na próxima sexta-feira, às 19h30, na Bierhaus, tem o Tributo Sertanejo, com Daiton & Cris, Moisés Domé e Robson Bitencourt; sábado, nos mesmos horário e local, Tributo Pagode, Pop e Rock, com Edinho Nascimento, Tejota e Rodrigo Jaeger.

LEIA MAIS: VÍDEO: tarde foi marcada por mais uma live do projeto ‘Ritmos de Oktober’

Benami Duarte encarou a instabilidade do clima e foi aproveitar o parque com a família | Foto: Marcio Souza

Os 32 anos da Fandangaço

Além da Banda Heilege, que lançou canção na live Ritmos de Oktober em Casa, o grupo Fandangaço levou a música gaúcha para a programação da tarde. “Nós temos uma afinidade muito grande com essa festa. Em 12 de outubro de 1989, a gente fez o primeiro show na Oktoberfest com o nome Fandangaço. De lá para cá, participamos de todas as edições”, afirma o diretor da banda, Beto Sampaio.

Ao completar 32 anos de história, o conjunto também estabeleceu um vínculo com a Gazeta Grupo de Comunicações. “A gente chegou em Santa Cruz do Sul em 1988 e já fez uma amizade muito grande com toda a equipe da empresa. A parceria com a Rádio Gazeta é muito antiga”, frisa.

Da mesma forma, é antiga a parceria da Fandangaço com seu público. E no último ano, por causa da pandemia, essa interação foi dificultada. “A gente nunca tinha parado de tocar. Tínhamos um baile no dia 14 de março (de 2020) e, no sábado seguinte, em Lajeado. Daí parou tudo. Ficamos com equipamento parado, ônibus e tudo mais. Foi um baque. Fizemos algumas lives nesse período”, diz ao contar como foi possibilitado o contato com as pessoas.

LEIA MAIS: FOTOS: mesmo com chuva, desfile é realizado no parque da Oktober

Aos poucos, como um dos setores mais atingidos pelos protocolos sanitários, o grupo retoma suas atividades. Antes da pandemia, eram realizados cerca de 140 shows por ano. “Mesmo estando entre os setores que mais foram atingidos, que é o dos eventos, temos que agradecer por estarmos vivos. Nos reinventamos e estamos preparados para essa nova realidade”, diz Sampaio.

Fandangaço, que comemora 32 anos nesta terça, foi uma das atrações da live de segunda | Foto: Bruno Pedry/Filmplay

LEIA MAIS: Tudo que você precisa saber para aproveitar a 36ª Oktoberfest

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.