Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

PROTEÇÃO

Campanha Agosto Lilás pretende prevenir a violência contra a mulher em Sinimbu

Foto: Karolina Grabowska / Pexels

Sinimbu inicia este mês com a campanha Agosto Lilás. O objetivo é orientar e prevenir a violência contra a mulher. Entre as ações voltadas à causa, está a criação de uma página específica no site do Município, com informações sobre como denunciar situações de violência doméstica. Além disso, estão previstas reuniões e encontros com as comunidades do interior, incluindo uma capacitação, com data a ser confirmada.

Conforme a secretária de Saúde e Bem Estar Social de Sinimbu, Sinara Dhiel, as rodas de conversa no interior do Município acontecerão na próxima segunda-feira, 8, na Água Fria; na quarta, 10, em Linha Paredão; e, no dia 17, em Linha Almeida. Todos os encontros iniciam às 13h30. “Convidamos todas as pessoas interessadas no assunto, principalmente as mulheres, para que participem desses encontros. Será um momento para esclarecer as dúvidas e levar informações. Quem sofre violência doméstica precisa saber que não está sozinha. Todos podem ajudar, seja denunciando ou apoiando a vítima dessa situação. E é isso que buscamos com a campanha”, detalha a secretária.

LEIA TAMBÉM: Vereadoras buscam Centro de Referência para mulheres vítimas de violência doméstica

Como denunciar casos de violência contra a mulher

A denúncia de violência contra a mulher pode ser feita em delegacias e órgãos especializados, onde a vítima procura amparo e proteção. O Ligue 180, central de atendimento à mulher, funciona 24 horas por dia, é gratuito e confidencial. O canal recebe as denúncias e esclarece dúvidas sobre os diferentes tipos de violência aos quais as mulheres estão sujeitas.

Mesmo se a vítima não registrar ocorrência, vizinhos, amigos, parentes ou desconhecidos também podem utilizar o Ligue 180 ou ir a uma delegacia para denunciar uma agressão que tenham presenciado. Os casos também podem ser denunciados para a Brigada Militar pelo 190 ou ainda pelo Disque Direitos Humanos – o Disque 100.

LEIA TAMBÉM: Aprovada lei que veda nomeação de condenados pela Lei Maria da Penha

Em Sinimbu, as denúncias também podem ser encaminhadas para órgãos específicos:

  • Brigada Militar
  • Secretaria Municipal de Saúde e Bem Estar Social
  • Centro de Referência em Assistência Social
  • Conselho Municipal dos Direitos da Mulher
  • Procuradoria da Mulher

LEIA TAMBÉM: Crimes de violência doméstica reduziram 12% em Santa Cruz no ano passado

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.