Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

MULHERES EMPREENDEDORAS

Casa Empodere completa um ano de atuação em Santa Cruz

Carine Andrade e Daiane Nascimento: incentivo para o empreendedorismo feminino | Foto: Amanda Prestes

Foram aproximadamente 200 clientes atendidos, 12 empresas que já se hospedaram no local e cerca de 10 mil xícaras de café servidas no primeiro ano de atuação da Casa Empodere, situada na Rua Rio Branco, 727, no centro de Santa Cruz do Sul. nesta sexta-feira, 20, o espaço completa o primeiro aniversário, com recepção, das 10 horas às 16 horas, para quem quiser conhecer o local. Haverá ponto de coleta de agasalhos. 

A Casa Empodere, que funciona como coworking, foi fundada pelas sócias Carine Andrade e Daiane Nascimento e surgiu a partir do Movimento Empodere, voltado ao empreendedorismo feminino. Segundo Daiane, em 2020, principalmente por causa da pandemia, as idealizadoras da proposta, que já tem cinco anos, sentiram a necessidade de ter um espaço para o convívio com outras empreendedoras. “Pensamos na qualidade de tempo, na produtividade das mulheres empreendedoras. Poder vir em um único lugar e encontrar soluções. Pensamos em todas as principais soluções que uma empreendedora precisa para que o negócio dela gere resultados em um único lugar.”

No espaço, há sete salas comerciais, das quais duas estão disponíveis. Os serviços hospedados na casa são de gestão de negócios, vendas, liderança, arquitetura e marketing. “Temos outras profissionais que completam esse time e que vêm de forma sazonal. Há um espaço que chamamos de sala volante, em que os profissionais de várias áreas vêm atender com horário marcado e conforme demanda”, acrescenta Daiane.

LEIA TAMBÉM: Santa Cruz tem espaço para as mulheres empreendedoras

Localizado bem no Centro, o lugar conta com um ambiente acolhedor em meio à natureza. “É uma casa bem grande, com 280 metros quadrados, sete salas comerciais, um jardim enorme e um pátio lindo. Estamos no meio da cidade, mas cheio de verde, em um ambiente bem arborizado”, afirma a sócia.

O principal objetivo do espaço, conforme a empresária, é ser uma casa de soluções para negócios femininos. Neste primeiro ano, já foi possível ver muitas empreendedoras alçando voos ainda mais altos.

“A gente se vê muito como uma incubadora de negócios, porque muitas passaram por aqui, começaram, foram crescendo e não couberam mais nas salas. Como é o caso da contadora que é nossa parceira: chegou em um ponto em que ela teve que contratar pessoas e precisou procurar outro espaço. Isso nos deixa muito felizes”, observa.

Daiane avalia que 2022 é um ano desafiador para o empreendedorismo; porém, ela vê o cenário de forma otimista. “Não podemos fechar os olhos para o que está acontecendo, mas podemos criar estratégias e pensar em formas e soluções para mudar o cenário e não se acomodar.” A empresária completa que, neste momento, o suporte oferecido pela Casa Empodere é ainda mais importante. “Percebemos que o que a gente faz e entrega é cada vez mais uma necessidade.”

LEIA TAMBÉM: Dia do Empreendedorismo Feminino: mulheres já respondem por quase 50% dos negócios

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.