Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

prato do dia

Eu, Gourmet: a chuletinha de porco

Foto: Emerson Haas

A carne suína tem sido um fiel escudeiro nestes tempos de alta nos preços de carne ovina e bovina. Junto com o frango, torna-se uma opção mais em conta e que tem ainda a versatilidade de combinar com molhos condimentados, cítricos ou agridoces. A receita de hoje utiliza as chuletas de porco, cortadas com cerca de três centímetros de espessura e preparadas na chapa, com um molho que torna este prato extremamente saboroso. Confira!

Com o que e como fazer

Ingredientes (para 4 pessoas):

  • 4 chuletas de porco com cerca de 250g cada
  • 1 colher de sopa de farinha de trigo
  • 2 dentes de alho picadinhos
  • 1 colher de sopa de cebola picadinha
  • Pitadas de páprica defumada
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva
  • 1 xícara de caldo de frango
  • 1 colher de sopa de vinagre de maçã
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 2 colheres de sopa de salsa fresca picadinha
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Preparo:

Retire as chuletinhas de porco da geladeira e tempere os dois lados com sal e pimenta. Reserve as costeletas para descansar por 30 minutos. Enquanto isso, numa tigela pequena, misture a farinha, a pimenta moída, o alho, a cebola e a páprica defumada. Após 30 minutos, use uma toalha de papel para secar as peças e esfregue os dois lados das chuletinhas com a pasta de especiarias. Aqueça o azeite em uma frigideira média (com tampa) em fogo médio-alto. Assim que estiver quente, acrescente a carne de porco. Cozinhe até dourar, por cerca de três minutos. Vire a carne de porco, reduza o fogo para baixo e cubra a frigideira com uma tampa. Cozinhe por cerca de dez minutos. Transfira as chuletinhas para um prato e cubra com papel-alumínio. Deixe a carne de porco descansar por cinco minutos.

Enquanto a carne de porco descansa, faça o molho da frigideira. Aumente o fogo para médio-alto e adicione caldo de frango, vinagre e mel. Use uma colher de pau para raspar o fundo da panela, a fim de que os pedaços de carne de porco grudados apareçam. Leve para ferver e cozinhe até reduzir pela metade. Prove e ajuste o tempero com sal, mais vinagre ou mel. Retire a frigideira do fogo e, quando o molho não estiver mais fervendo, acrescente a manteiga. Adicione as chuletinhas de volta na panela e coloque um pouco do molho por cima. Espalhe salsa fresca e sirva.

Fala, Baco

Tenho especial apreço pela vinícola Casa Venturini, de Flores da Cunha/RS, e pelo diretor e enólogo Zeca Venturini, sempre focado na qualidade dos vinhos e inquieto por desenvolver novos rótulos. Ele também é um exímio preparador do menarosto, prato típico de Flores da Cunha. Um dos vinhos oriundos dessa inquietude é o novo Casa Venturini Marselan Reserva 2020, recém-lançado e elaborado com uvas de Santana do Livramento, da Campanha Gaúcha.

Oriunda da França, a casta Marselan foi criada em 1961 pelo pesquisador Paul Truel, a partir das espécies Cabernet Sauvignon e Grenache Noir. Este Venturini Marselan é elaborado com uvas da safra das safras, com muita qualidade e alta maturação, o que trouxe uma notável estrutura e carga aromática. “Apenas em safras excepcionais, a concentração de açúcar nas uvas proporciona esta característica especial de termos 14,3% de graduação alcoólica neste vinho nobre”, celebra o capo Venturini.

LEIA MAIS: Eu, Gourmet: aprenda a fazer Vatapá, prato típico Baiano

O rótulo homenageia Ana Terra, da série O Tempo e o Vento, de Erico Verissimo. Possui coloração violácea profunda e intensa, aromas que remetem a frutas negras (amora bem destacada), herbáceo doce (funcho e mentol), cacau e toque terroso defumado. Em boca, apresenta corpo médio, é equilibrado, estruturado, muito sedoso com taninos macios e com agradável retrogosto. Repousa por 12 meses em barricas de carvalho francês. Por se tratar de um vinho potente, o enólogo recomenda harmonizar com pratos mais condimentados, como massas com molhos vermelhos, cordeiro e cortes nobres de gado. Possui 14,3% de graduação alcoólica, e o ideal é ser servido na temperatura de 16 a 18 graus.

E lembre-se: se beber, NÃO DIRIJA!

Você sabia?

Siga algumas dicas:

  • Trinta minutos antes de preparar, tire as chuletinhas da geladeira.
  • Tempere as chuletas com sal meia hora antes de cozinhar.
  • Esfregue uma pequena quantidade de farinha sobre a carne, ajuda a adicionar uma crosta saborosa.
  • Sele de um lado, vire e cubra com uma tampa, pois o calor da panela vai cozinhar suavemente o meio da carne.
  • Depois de prontas, deixe as chuletinhas descansarem cobertas com papel-alumínio. Após cinco minutos, todos os sucos da carne terão se espalhado, deixando-a suculenta.

LEIA MAIS: Eu, Gourmet: aprenda a fazer pimentões recheados e assados

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e muito fácil de usar. Se você já tem o aplicativo, basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Se ainda não usa o Telegram, saiba mais sobre o app aqui e veja como baixar.

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.