Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

SANTA CRUZ

FOTOS: Escola de Educação Infantil no Bairro Progresso é inaugurada

Foto: Guilherme Neuhaus

Foi inaugurada nesta segunda-feira, 31, pela prefeita Helena Hermany e pelo secretário municipal de Educação, João Miguel Wenzel, uma das obras mais aguardadas pela comunidade da zona sul do município, a Escola Municipal de Educação Infantil Progresso. A escola, construída em alvenaria, foi erguida para substituir a antiga Emei Santo Antônio, que funcionava nas proximidades, porém em uma estrutura precária. Agora em um novo endereço, a escola vai ampliar significativamente a capacidade de atendimento para crianças na faixa etária de 0 a 5 anos.

A edificação foi entregue à comunidade em uma cerimônia restrita e cumprindo todas as regras de distanciamento social, devido à pandemia. A prefeita Helena Hermany, o vice-prefeito Elstor Desbessell, secretários municipais, vereadores, direção da escola e alguns poucos convidados acompanharam os discursos, seguidos pelo descerramento da placa, corte da fita inaugural e visita às instalações.

LEIA MAIS: Helena confirma que Emei Progresso terá gestão da Prefeitura

A área construída da Emei Progresso é de 1.264,79 metros quadrados e o prédio está situado na Rua Euclydes Kliemann, nº 5.395, ao lado da Emef Guilherme Hildebrand. A estrutura dispõe de recepção, sala de direção, sala de professores, sala de multiatividades, banheiros, banheiros com acessibilidade, três berçários, refeitório, cozinha, sala de amamentação, oito salas de aula e lavandeira. O educandário recebe crianças oriundas do próprio bairro e também do Esmeralda, Vila Nova e Arroio Grande.

Ao abrir as portas neste primeiro dia de aula, a escola começou a atender as 91 crianças que estavam matriculadas na Emei Santo Antônio, divididas em grupos e em semanas alternadas devido à pandemia. Com a publicação de um novo edital para a educação infantil, a instituição poderá receber em breve 120 alunos, aumentando consideravelmente a oferta de vagas. Embora o limite máximo seja de 200 alunos, neste momento de pandemia, devido às restrições da legislação para contratação de novos profissionais, a Prefeitura não vai preencher todas as vagas.

Ao se pronunciar, o secretário municipal de Educação, João Miguel Wenzel, disse que a inauguração da Emei Progresso representa um grande passo na busca por uma educação de qualidade para todas a crianças e que zerar a demanda por vagas na educação infantil não somente é possível como é uma meta a ser alcançada. “Hoje é um dia de grande alegria, porque é mais uma etapa vencida. É, na verdade, uma semana diferenciada para a educação porque, ao mesmo tempo em que estamos inaugurando esta escola, lá no Parque da Oktoberfest os professores da rede municipal estão sendo vacinados”, comemorou.

A Emei Progresso foi construída com recursos captados através do Programa Pró-Moradia, do governo federal, no montante de R$ 1.631.451,80, e contrapartida da Prefeitura, no valor de R$ 175.185,96. As obras tiveram início em dezembro de 2018 e atrasaram principalmente em razão da pandemia. A empresa responsável é a Invicta Construtora.

LEIA MAIS: Prefeitura divulga lista de contemplados com vagas em Emeis

Homenagem

Durante o ato de inauguração da Emei Progresso, a prefeita Helena Hermany recebeu um buquê de flores da direção da escola. Ao se pronunciar, ela fez questão de mencionar a ligação da família Hermany com o bairro Progresso. Lembrou do asfalto executado à época do então prefeito Edmar Hermany, seu marido e atual secretário de Obras e Infraestrutura, e da construção do posto de saúde, no ano em que seu filho Henrique Hermany, atual líder do governo na Câmara de Vereadores, foi secretário de Saúde. “O Bairro Progresso significa muito para mim. Aqui vivem pessoas que precisam muito do apoio do poder público”.

Visivelmente emocionada, a atendente de Emei Helena Focking deixou cair algumas lágrimas. Ela, que por 25 anos atuou na Emei Santo Antônio, não tinha palavras para expressar seu contentamento. Junto com as colegas, ela comemorou a conquista. “Não tem como a gente descrever a emoção de hoje”, disse. “Era um sonho muito antigo. Depois que começou a obra, a gente vinha, ficava namorando e acompanhava cada detalhe”.

LEIA MAIS: Crianças do interior de Santa Cruz terão oportunidade de participar de orquestra

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.