Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

ECONOMIA

Sicredi cresce 35% em 2021 e atinge R$ 41,5 milhões de resultado

Foto: Rafaelly Machado

A Sicredi Vale do Rio Pardo apresentou para a imprensa regional, nesta segunda-feira, 11, na sede administrativa, os resultados das atividades econômicas de 2021, a projeção para 2022 dos programas sociais e o lançamento do processo de inscrições para o Fundo Social. A Cooperativa, que tem como propósito construir um mundo melhor a partir da prosperidade coletiva, está presente em nove municípios – Santa Cruz do Sul, Vera Cruz, Venâncio Aires, Herveiras, Sinimbu, Passo do Sobrado, Vale Verde, General Câmara e Rio Pardo – e conta com 15 agências, 259 colaboradores e 59,4 mil associados.

No ano passado, a instituição atingiu resultado de R$ 41,5 milhões, um aumento de 35% em relação a 2020. Sobre este valor ocorreram as destinações estatutárias de R$ 1,8 milhão para o Fundo de Assistência Técnica Educacional e Social (Fates), que serve como subsídio para bolsas de estudos, formações técnicas e capacitações do quadro social, e R$ 21,1 milhões foram dispostos no Fundo de Reserva. O retorno acontece por meio do pagamento de R$ 2,2 milhões de juros ao capital social; distribuição de R$ 8 milhões entre os associados; e R$ 740 mil para o Fundo Social, que serão repassados a projetos sociais da região. Além disso, tem a proposta aprovada de suplementação de R$ 9,7 milhões ao Fundo Reserva.

LEIA MAIS: Casa Sicredi destaca cooperativismo de crédito na retomada da Expoagro Afubra

No que diz respeito aos demais números, destaque para o valor liberado em crédito correspondente a R$ 764,1 milhões, que representa a força do crédito cooperativo na região na construção de mais de 37 mil histórias e realizações de sonhos, geração de mais de 21 mil empregos e acréscimo no Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 1,8 bilhão. A liberação deste valor de crédito corresponde a R$ 245,6 milhões de crédito liberado ao Agro (10.988 operações), R$ 146,9 milhões para Pessoa Física (16.629 operações) e R$ 371,5 milhões para Pessoa Jurídica (9.541 operações).

Programas

Os programas sociais da Sicredi Vale do Rio Pardo geram impacto positivo nas comunidades em que a instituição está presente, pois investir nas pessoas aumenta a chance para que elas façam a diferença no mundo. A educação cooperativa e de pertencimento está centrada nos programas Crescer e Pertencer, com ênfase à plataforma de cursos Sicredi e aumento das participações nas assembleias.

Na parte de educação financeira, que abrange empresas, pessoa física, jovens e crianças, está o Cooperação Na Ponta do Lápis. Em 2021, o programa impactou mais de 3 mil pessoas, realizou 80 ações e participaram das atividades 11 escolas, sendo 55 turmas de Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Já na parte de educação integral está o Programa Cooperativas Escolares.

Cooperativas Escolares

O Programa da Sicredi Vale do Rio Pardo desenvolve o espírito e a prática cooperativista com estudantes dos Anos Finais do Ensino Fundamental, como forma de incentivar o protagonismo juvenil e liderança dos estudantes de escolas públicas e privadas, buscando a iniciação ao cooperativismo, princípios e valores. Em 2021, as cooperativas escolares que estão em funcionamento realizaram o planejamento para o próximo ano, bem como aconteceu a fundação de três novas no mês de dezembro.

No total, o programa contou com mais de 360 crianças e adolescentes, que compõem 10 grupos cooperativistas de estudantes localizados em seis municípios da região de abrangência da Sicredi Vale do Rio Pardo – Santa Cruz do Sul, Vera Cruz, Sinimbu, Herveiras, Vale Verde e Passo do Sobrado. A previsão para 2022 é a fundação de mais de dez cooperativas em escolas.

LEIA MAIS: Em evento comemorativo, Sicredi inaugura sede própria em Santa Cruz

As cooperativas escolares incentivadas pela instituição são: Brotando da Terra, da Emef Guararapes de Linha Almeida, Sinimbu; Verde Vale, da Emef Nero Pereira de Freitas, de Monte Alegre, Vale Verde; Semeando Sonhos, da Emef Maurício Cardoso, de Linha Pinhal, Herveiras; Sol do Amanhã, da Emef Francisco Antônio de Borba Filho, da Localidade de Taquari Mirim, Passo do Sobrado; Feito à Mãos; da Emef José de Anchieta, de Potreiro Grande, Passo do Sobrado; Gotinha D’Água, da Emef Carlos Boettcher; Paredão dos Sonhos, da Emef Felipe Becker, Paredão, Santa Cruz do Sul; Plantando Ideias, da EEEF Sagrada Família, Linha Pinheiral, Santa Cruz do Sul; e Pingo de Mel, da EEEF Frederico Augusto Hannemann, Vila Progresso, Vera Cruz.

Parcerias

Como solução para facilitar o acesso à educação e com foco no desenvolvimento regional de forma sustentável, a Sicredi Vale do Rio Pardo firma parcerias com diversas instituições educacionais da região. Os convênios buscam qualificar associados e colaboradores por meio de descontos nas mensalidades em cursos e capacitações técnicas. Investir nesta prática social e na capacitação das pessoas é a forma que a instituição cooperativa tem em contribuir com a sociedade e oferecer mais benefícios para a qualidade de vida do quadro social. Entidades podem habilitar projetos para o Fundo Social da Sicredi VRP no site da instituição.

Vale do Rio Pardo

Para apoiar projetos de interesse coletivo que impactam positivamente na vida de pessoas, comunidades e ecossistemas, o Fundo Social da Sicredi Vale do Rio Pardo está com as inscrições abertas até o dia 30 de abril. O valor destinado para 2022 será de R$ 740 mil, que representa 2% das sobras líquidas da instituição no ano anterior. A participação é permitida a entidades sem fins lucrativos da área de abrangência da Cooperativa – CPMs de escolas, grupos comunitários, entidades assistenciais, organizações não governamentais (ONGs), entre outras. Cada entidade poderá encaminhar no máximo um projeto por ano, limitado à quantia de R$ 10 mil.

LEIA MAIS: Sicredi e Prefeitura firmam acordo para implementação de programas sociais e educacionais

O coordenador de Programas Sociais da Sicredi Vale do Rio Pardo, Marco Antonio da Rocha, explica que os projetos apoiados serão avaliados, preferencialmente, a partir do vínculo a um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS), bem como relevância e o público atendido. De forma resumida, todos os projetos devem estar alinhados com os valores e princípios do cooperativismo. “Para este ano, vamos realizar uma rodada de workshops com as entidades do Fundo Social com o intuito de alinhar a construção dos projetos. Os encontros vão ser organizados com base em uma escuta de necessidades feita junto às entidades e também de questões pontuais verificadas pela nossa cooperativa”, destaca o coordenador. Os principais objetivos dos encontros serão estruturas dos projetos, conhecer as ODS e fazer uma conexão com as entidades.

Requisitos

Para ter acesso ao Fundo Social, as entidades deverão seguir requisitos como: ser pessoa jurídica sem fins lucrativos; possuir inscrição no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas ativa a pelo menos um ano; situação regular junto à Receita Federal, Estadual e Municipal; provar a regularidade relativa ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS); inexistência de débitos perante à Justiça do Trabalho, mediante a apresentação da certidão negativa de débitos trabalhistas (CNDT); finalidade social que tenha relação com os projetos apoiados pela iniciativa; ser associada à Sicredi Vale do Rio Pardo até o último dia do exercício anterior; e estar com cadastro atualizado e adimplente junto à Cooperativa.

Avaliação

Sobre a avaliação, após a inscrição dos projetos, a equipe técnica da Sicredi Vale do Rio Pardo realizará uma análise de enquadramento, que irá habilitar ou inabilitar os inscritos, de acordo com as normas do regulamento. A avaliação e a contemplação ocorrerão até o dia 15 de maio. Os inabilitados por falta de informações ou documentos no momento da inscrição terão o prazo de cinco dias úteis para correção. Os classificados serão avaliados pelo comitê local (equipe da agência e delegados de Núcleo) e, posteriormente, serão analisados pelo comitê regional. A entrega dos recursos está prevista para até 30 de maio de 2022. O regulamento está disponível no site da Sicredi.

Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS):

  1. Erradicação da pobreza
  2. Fome zero e agricultura sustentável
  3. Saúde e bem-estar
  4. Educação de qualidade
  5. Igualdade de gênero
  6. Água potável e saneamento
  7. Energia limpa e acessível
  8. Trabalho descente e crescimento econômico
  9. Indústria, inovação e infraestrutura
  10. Redução das desigualdades
  11. Cidades e comunidades sustentáveis
  12. Consumo e produção responsáveis
  13. Ação contra a mudança global do clima
  14. Vida na água
  15. Vida terrestre
  16. Paz, justiça e instituições eficazes
  17. Parcerias e meios de implementação

LEIA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO PORTAL GAZ

Quer receber as principais notícias de Santa Cruz do Sul e região direto no seu celular? Então faça parte do nosso canal no Telegram! O serviço é gratuito e fácil de usar. Basta clicar neste link: https://t.me/portal_gaz. Ainda não é assinante Gazeta? Clique aqui e faça sua assinatura!

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.