Close sidebar

Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

FRIO INTENSO

VÍDEOS: qual a diferença entre neve e chuva congelada

Rodovia coberta de gelo em Dom Feliciano | Foto: Damiane Dzielinski

Municípios do Rio Grande do Sul registraram queda de neve e chuva congelada na tarde dessa quarta-feira, 28. Em Gramado, na Serra Gaúcha, a neve encantou os turistas. No Vale do Rio Pardo, os fenômenos foram registrados pelo menos em Encruzilhada do Sul, Boqueirão do Leão, Passa Sete, Gramado Xavier, Herveiras, Sobradinho e Mato Leitão.

A meteorologista Estael Sias, da MetSul, explicou as diferenças entre neve e chuva congelada. Segundo ela, quando o floco de neve sai de dentro da nuvem, ele precisa encontrar, na viagem até o solo, uma temperatura baixa suficiente para manter suas características. “O floco de neve é muito leve e tem aquele efeito pluma. Quando vai caindo, vai sendo levado de um lado para outro, é uma caída bem lenta.”

LEIA MAIS: Onda de frio: confira previsão dia a dia

Já a chuva congelada é quando o floco de neve sai de dentro da nuvem que está em uma área de temperatura negativa, passa por área de temperatura um pouco mais alta, derrete e, quando chega à superfície, encontra uma temperatura baixa e volta a congelar. “Ele muda de estado e, por isso, muitas vezes cai como um granizo miúdo, que é a neve granular. Tem um aspecto de granizo opaco, miudinho e faz até um barulho quando cai, ou tem o aspecto de neve, mas não tem a caída lenta”, completa Estael.

Em Dom Feliciano, Silvia Dzielinski, 62 anos, foi surpreendida com a chegada da neve | Foto: Damiane Dzielinski/Divulgação
Neve em Vacaria na noite dessa quarta, 28. Vídeo do repórter da Gazeta João Caramez
Chuva congelada em Santa Cruz do Sul, na noite de quarta, 28. Registro feito por Lúcia Rodrigues

LEIA MAIS: FOTOS E VÍDEOS: Gramado e São Francisco de Paula registram neve e temperaturas negativa

É normal?

Segundo a MetSul Meteorologia, registros de neve no Vale do Rio Pardo já aconteceram outras vezes, mas há bastante tempo. A explicação é que a altitude não é tão elevada na região central do Estado a ponto de fazer com que a neve apareça de modo recorrente. Contudo, em situações de ação de massas de ar polar de grande intensidade, como a atual, as chances de nevar ou de haver chuva congelada aumentam.

LEIA MAIS: Municípios da região registram neve e chuva congelada nesta quarta-feira

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.