Rádios ao vivo

Leia a Gazeta Digital

DIRETO DA REDAÇÃO

Eis um Brasil que dá certo

A Gazeta Grupo de Comunicações promoveu ao longo desta semana a sexta edição da expedição Os Caminhos do Tabaco, com uma equipe de profissionais percorrendo regiões de todo o Sul do Brasil nas quais o tabaco está presente como fonte de receita na pequena propriedade rural. Como os leitores da Gazeta do Sul, os internautas do Portal Gaz e os ouvintes da Rádio Gazeta FM 107,9 puderam conferir diariamente, foram visitadas famílias que possuem um perfil produtivo diferenciado, em condições de constituir um modelo ou um exemplo na difusão de tecnologias e no gerenciamento.’

O roteiro desta semana, que teve início no último domingo e foi concluído no começo da noite dessa sexta-feira, com o retorno da comitiva a Santa Cruz do Sul no momento exato em que uma forte chuva caía sobre a cidade, totalizou nada menos do que 2.223 quilômetros rodados. O percurso envolveu localidades como Mangueirinha, Prudentópolis, Imbituva, Piên e Rio Negro, no Paraná, cruzando esse Estado de Oeste a Leste; Mafra, Itaiópolis, Ituporanga, Presidente Nereu, Rio do Sul e Campos Novos, em Santa Catarina, mais uma vez no sentido Oeste-Leste; para então ingressar no Rio Grande do Sul pelo Noroeste, até chegar ao interior de Segredo, no Centro-Serra. Na próxima segunda-feira, um complemento de viagem até o Sul gaúcho, em Canguçu, Camaquã e São Lourenço, levará à conclusão das visitas desta edição.

Além da inegável e cada vez mais evidente importância da cultura do tabaco como fonte de renda nas pequenas propriedades rurais, em todas essas regiões, fica nítida a qualidade de vida que as famílias que adotam planejamento e organização ostentam. Casas aconchegantes e aprazíveis, pátios bem-cuidados, benfeitorias para armazenar a produção e para proteger o patrimônio, em especial máquinas e implementos (e, claro, diversificação) podem ser encontrados em todas as localidades. O trabalho em geral é árduo, requerendo determinação e persistência, mas talvez essas características não fujam ou não destoem de todo e qualquer trabalho, que, em igual medida, exige determinação e persistência.

Um aspecto que chama a atenção é a receptividade e a hospitalidade dessas famílias. E com esses aspectos, também a alegria de todos em poder contar sua história, em compartilhar momentos de sua rotina. E tal constatação faz valer a pena todo o esforço e a iniciativa da expedição, uma vez que esta salienta e ilumina um dos setores da sociedade mais importantes para o País: a produção de alimentos e matérias-primas, em especial os plantados e colhidos em pequenas propriedades rurais de perfil familiar. Iluminar e dar voz a esses guerreiros, empresários rurais de um Brasil que dá certo, cujas vivências podem ser inspiradoras para todos, é algo imprescindível. Um bom final de semana!

LEIA OUTRAS COLUNAS DE ROMAR BELING

Mais sobre

Aviso de cookies

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdos de seu interesse. Para saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade.