Oktobercompras 17/10/2019 21h17 Atualizado às 08h26

Feirasul promove bons negócios

Em mais de cinco mil metros quadrados, são 170 opções de lojas que vendem de tudo, com itens para a família inteira

Entre as áreas mais disputadas do Parque a Oktoberfest estão os quatro pavilhões da Feirasul. No espaço, é possível comprar desde a tiarinha de Frida até o colchão da cama, passando por outros cômodos da casa, em meio a peças de roupas e utilidades. A Feirasul é um dos principais destinos dentro da festa, por viabilizar bons negócios e servir de vitrine para bens, produtos e serviços.

A comerciante Ilda Scopel veio de Brusque (SC) pela primeira vez. Debutando na Oktoberfest gaúcha, ela projeta vender quatro mil camisetas até domingo. “São todas peças de fabricação própria. A gente vende para varejo e atacado.” No estande dela, uma peça custa R$ 35,00, e quem quiser levar quatro paga R$ 100,00. “A venda está boa, esperamos que melhore cada vez mais, com a proximidade do encerramento.”

Se para alguns a festa começou neste ano, outras empresas já são tradicionais, como a Nirvana Confecções, de Flores da Cunha, presente nas 35 edições da Oktoberfest. O vendedor Lourenço Agostine Conte acredita ter participado de mais de 20 Oktobers. “Eu anuncio que não vou vir mais, as clientes reclamam.” Em todos estes anos, ele já fez amizade com muita gente e garante que a sua maior e melhor venda é para os visitantes que moram em Santa Cruz mesmo.

Na tarde dessa quinta-feira, 17, Lourenço era só alegria, pois até a família Fritz parou em sua banca para conferir as promoções. Com uma sacola cheia, a Frida tentava convencer o Fritz a levar mais um cobertor. “Adorei a brincadeira, vocês são muito bons mesmo, por isso a gente ama esta Oktoberfest”, contou o vendedor, que já reservou o espaço para o ano que vem.

A Germani Alimentos – uma das patrocinadoras da festa – investiu na interação com o visitante. Conforme o responsável pelo marketing da indústria, Thiago Carlotto, além da presença institucional, a empresa focou na divulgação das marcas fabricadas em Santa Cruz. “Todos ganham brindes, mas precisam participar da brincadeira. A ideia é valorizar o produto que é daqui.”

Pela importância da Feirasul, o presidente da Asssociação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp), Léo Schwingel, promete melhorias no local de compras “No próximo ano não usaremos pirâmides no pavilhão 4, vamos locar um pavilhão”, antecipou. A chuva no domingo e ontem à tarde afetou o público e os expositores no espaço.

Produtos e promoções para todos os gostos e idades
O professor aposentado Ivo José Müller, de 92 anos, conta que não perde a Oktoberfest e suas atrações, especialmente as compras na Feirasul. Na tarde de ontem, ele havia adquirido dois pares de sapato e prometeu retornar no último dia. “Uma vez, ele comprou cinco cobertores, ele adora fazer compras na Oktoberfest”, revelou a neta Cristina Heidrich.

Residindo no Centro, na Rua Marechal Deodoro, bem próximo do desfile temático, Ivo José é um apaixonado pela Festa da Alegria. “O principal é que Deus nos dá vida e força para mais um ano estar aqui, nesta festa linda”, diz.
Ivo José tem uma área enorme para explorar dentro do parque. A Feirasul ocupa quatro pavilhões com mais de cinco mil metros quadrados, que abrigam os 170 expositores em 2019. “A Feirasul é um grande destaque da nossa festa, pois impulsiona os negócios e oferece muitos atrativos aos visitantes”, destacou o presidente da 35ª Oktoberfest, Ênio Ernesto Wermuth.

Foto: Bruno PedryIvo José e a neta Cristina: compras são o programa preferido do professor aposentado
Ivo José e a neta Cristina: compras são o programa preferido do professor aposentado

LEIA MAIS: CONFIRA A COBERTURA COMPLETA DA 35ª OKTOBERFEST