Brasileirão 27/11/2019 21h19 Atualizado às 23h52

Grêmio perde para o Athletico-PR em Curitiba

Com o resultado, Tricolor adiou a chance matemática da vaga direta na fase de grupos da Libertadores da América de 2020

Algoz do Grêmio nas semifinais da Copa do Brasil, o Athletico-PR voltou a mostrar sua força dentro de casa no Brasileirão. No reencontro entre as equipes, o Furacão venceu o Tricolor por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, 27, na Arena da Baixada, pela 35ª rodada. Com um a menos em campo desde a metade da etapa complementar, o time gaúcho sucumbiu mais uma vez em Curitiba. Assim, adiou a chance matemática da vaga direta à fase de grupos da Libertadores de 2020. No entanto, permanece na quarta posição com os mesmos 59 pontos do Athletico, mas à frente pelo saldo de gols (21 a 18). 

PRIMEIRO TEMPO

Com Maicon fora e Michel no time titular, o Grêmio tratou apenas de ficar na defesa nos minutos iniciais e quase saiu em desvantagem aos 10. Rony fez boa jogada pela direita, passou por Michel e cruzou para trás. Marcelo Cirino mandou uma bomba, próxima à trave esquerda de Paulo Victor. O Tricolor só conseguiu chegar ao ataque aos 18. Cortez encontrou Tardelli livre na entrada da área, mas o chute do atacante saiu fraco e o goleiro Santos segurou sem problemas.

Aos 25, os visitantes desperdiçaram uma chance incrível. Cortez cruzou da esquerda e Alisson, sozinho na área, cabeceou pela linha de fundo. Depois de um começo mais retraído, o Grêmio se soltou e equilibrou as ações. Everton finalizou e Santos defendeu com tranquilidade, aos 28. Na sequência, Rony bateu e Paulo Victor fez boa intervenção. Quando o jogo estava de igual para igual, o Furacão largou na frente. Aos 32, Márcio Azevedo tabelou com Rony e, quase sem ângulo, chutou forte, cruzado, sem chances para Paulo Victor – 1 a 0.

SEGUNDO TEMPO

Logo a 1 minuto, Matheus Henrique recuou errado, de cabeça e Paulo Victor precisou sair do gol e tirar dos pés de Marcelo Cirino, que invadiu a área. O Grêmio ameaçou aos 10. Alisson cobrou falta da esquerda e Michel desviou para defesa segura de Santos. O Furacão era mais incisivo e praticamente não saía do campo ofensivo.

Aos 18, o time paranaense aumentou o placar, depois que o árbitro Bruno Arleu de Araújo marcou pênalti, quando Nikão chutou e a bola tocou no braço esquerdo de Matheus Henrique. O próprio camisa 11 bateu no ângulo e fez 2 a 0. A situação do Grêmio, que já ruim, ficou ainda pior aos 21. Tardelli deu um chute em Nikão e foi expulso. O Athletico-PR continuou tendo chances, mas o Paulo Victor salvou o Grêmio. Em um dos lances, fez uma grande defesa no arremate de Erick, aos 34.

BRASILEIRÃO
35ª RODADA
ATHLETICO-PR 2 a 0 GRÊMIO

Data e horário: Quarta-feira, 27 de novembro, 21h30
Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Arbitragem: Bruno Arleu de Araújo, com Luiz Cláudio Regazone e Michael Correia (RJ)
Vídeo: Pathrice Wallace Corrêa Maia, com João Batista de Arruda e Carlos Henrique Lima Filho (RJ)
Cartões amarelos: Wellington e Nikão (Athletico-PR); Bruno Cortez, Kannemann, Matheus Henrique e Michel (Grêmio)
Cartão vermelho: Diego Tardelli (Grêmio)
Gols: Athletico-PR - Márcio Azevedo (32/1ºT) e Nikão (18/2ºT)

ATHLETICO-PR
Santos; Jonathan (Adriano), Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Camacho (Erick) e Lucho González (Léo Cittadini); Nikão, Rony e Marcelo Cirino
Técnico: Eduardo Barros

GRÊMIO
Paulo Victor; Rafael Galhardo, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Matheus Henrique, Alisson (Darlan), Diego Tardelli e Everton; Luciano (Pepê)
Técnico: Renato Portaluppi