Retorno no ataque 11/10/2018 00h03 Atualizado às 08h46

Damião treina e vai encarar o São Paulo pelo Inter

Desfalque na derrota para o Sport Recife, centroavante está recuperado de lesão e reforça o Colorado no duelo contra o Tricolor

Sem poder contar com o atacante Rossi, diagnosticado com um problema muscular que deve tirá-lo dos gramados por até dez dias, o técnico Odair Hellmann viu com satisfação a presença de Leandro Damião no treino do Internacional nessa quarta-feira. Fora do time na derrota por 2 a 1 para o Sport, na última sexta-feira, no Recife, o centroavante deve voltar à equipe contra o São Paulo neste domingo, às 16 horas, no Beira-Rio, pela 29ª rodada do Brasileirão.

Outro que se recupera de lesão, o zagueiro Rodrigo Moledo também participou da atividade física, supervisionado por Élio Carravetta, coordenador de performance do clube. Sua presença no confronto do fim de semana ainda é incerta. O meio-campista Edenilson e o defensor Víctor Cuesta, que cumpriram suspensão na rodada passada, têm escalação garantida. “É um jogo importante. O São Paulo é um time bom. Vamos manter nossa concentração dentro de casa, procurar fazer o que a gente vem fazendo no Beira-Rio para conquistar a vitória”, assegurou Cuesta, em entrevista coletiva nessa quarta-feira.

Vice-líder do Brasileirão, o Internacional tem a melhor campanha como mandante. Em 13 jogos no seu estádio, venceu dez vezes e empatou outras três. A equipe soma 53 pontos, um a mais que São Paulo e Flamengo e três a menos que o líder Palmeiras. Restam dez rodadas para o fim do campeonato. Depois do compromisso deste domingo, o Colorado terá mais cinco jogos no Beira-Rio e quatro fora de casa para tentar conquistar o seu quarto título da principal competição nacional, após 39 anos de espera.

Everton está fora

O departamento médico do São Paulo confirmou nessa quarta-feira que o meia-atacante Everton sofreu um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda durante o clássico contra o Palmeiras, no último sábado, no Morumbi, e desfalcará o time por até três semanas. Ele havia voltado a atuar na última rodada do Brasileirão após um longo período de afastamento. Desde o jogo contra o Ceará, no dia 26 de agosto, só conseguiu jogar mais duas vezes.