Direto da redação 14/07/2018 00h21 Atualizado às 11h56

Uma vida menos quântica

Não precisamos recorrer a nada que pareça mágico, ou distante, porque de difícil entendimento. Ser quase inescrutável não é requisito de valor

Nós, brasileiros, temos algumas características marcantes, e uma delas é a facilidade com que adotamos modismos. Não tenho como precisar a profundidade disso, sequer sei se alguém consegue, mas acho que é um fato: absorvemos quase qualquer nova “onda”, sem nos preocuparmos se a coisa funciona ou não.

Um que chama a atenção, até porque apresenta certa longevidade, é o aparecimento das palavras “quântica” e “quântico” após um sem número de ideias, se é que podemos chamá-las assim. Oração quântica, vida quântica, tratamento quântico para isso ou aquilo... Uma busca na internet por uma dessas palavras aponta referências na casa dos milhões. Muitos sites explicam do que se trata; outros tantos falam coisas sem nenhum fundamento.
O mecanismo por trás disso é conhecido. Busca-se impressionar as pessoas com um tema difícil e usando palavras que não fazem parte do vocabulário delas. Não que a pessoa que fala entenda do assunto. Mas como se dirige a um grupo que está ainda mais por fora, não sofre contestação.

O universo quântico não faz parte do nosso dia a dia – a totalidade da experiência dos seres humanos se dá no nível macro. O mundo da Mecânica Quântica trata do incrivelmente pequeno, das menores partes que compõem os elementos que formam a matéria. É um lugar onde as leis da Física são muito diferentes, o que, no entanto, não dá a esse universo nada de mágico e nada que traga influência “subjetiva” ao que vivemos diariamente. É objeto de estudo de especialistas, no âmbito da Física – que, obviamente, é uma ciência consolidada.

Para nossas necessidades de vida, temos um conjunto de ciências e especialidades bem conhecidas que podemos lançar mão. Por exemplo, se nossos problemas são físicos, há a medicina em suas várias ramificações. Se são psíquicos, existe a psicologia e tantos outros grupos de conhecimento confiáveis. Se o que buscamos é nos desenvolver profissionalmente, no âmbito individual ou empresarial, há centenas, talvez milhares de técnicas criadas, estudadas e testadas na área da Administração, para falar apenas dessa especialidade. Não precisamos recorrer a nada que pareça mágico, ou distante, porque de difícil entendimento. Ser quase inescrutável não é um requisito de valor; é apenas a característica desta ou daquela área.

Acrescentar a palavra “quântica” a qualquer coisa não significa nada. Só faz sentido se o assunto está sendo tratado do ponto de vista da Física. Se acompanha sentença relacionada a outro assunto, desconfie: pode ser um indicativo importante de falta de seriedade.

Optar por uma vida “menos quântica” pode nos ajudar a não fazer papel de tolo.