Libertadores 02/10/2019 21h22 Atualizado às 16h24

Grêmio sai atrás do placar, mas busca o empate na Arena

Tricolor ficou no 1 a 1 com o Flamengo e vai vivo para o duelo de volta das semifinais, no dia 23 de outubro, no Rio

Digno de um jogão, Grêmio e Flamengo empataram em 1 a 1 na noite desta quarta-feira, 2, na Arena, no primeiro confronto das semifinais da Copa Libertadores da América. O time carioca ainda teve três gols anulados corretamente, dois no primeiro tempo e um no segundo. Por conta do saldo qualificado, o Tricolor precisará de vitória simples ou empate a partir de 2 a 2 no duelo da volta, que será no dia 23 de outubro, no Maracanã, no Rio de Janeiro, para ir à decisão da competição continental. Como marcou gol na casa do adversário, o Flamengo se classifica com um triunfo ou empate em 0 a 0. Caso se repita o placar de 1 a 1, o finalista será definido nos tiros livres da marca do pênalti. Pelo Brasileirão, o Grêmio enfrenta o Corinthians no próximo sábado, 5, às 19 horas, na Arena, pela 23ª rodada.

PRIMEIRO TEMPO

Só deu Flamengo nos minutos iniciais. Com troca de passes rápidos, o Rubro-Negro carioca envolveu o Grêmio, que não conseguia passar do meio-campo. Os visitantes criam duas grandes chances para abrir o placar. Primeiro, aos 8. Bruno Henrique fez boa jogada e cruzou pata trás. Arrascaeta bateu com perigo, à esquerda da meta de Paulo Victor. Na sequência, Bruno Henrique arriscou de longe e a bola triscou a trave.

O Tricolor só respondeu aos 10. Alisson recebeu na entrada da área e finalizou pela linha de fundo. O Flamengo assustou novamente aos 14. Paulo Victor saiu jogando errado e entregou para Everton Ribeiro, que serviu Gabriel, mas ele concluiu sem direção. Os visitantes largaram em vantagem aos 20 minutos com Everton Ribeiro, que aproveitou a sobra do goleiro gremista, espalmando para frente, e mandou para o gol vazio. No entanto, o árbitro argentino Néstor Pitana revisou o lance no VAR e assinalou falta de Gabriel em Kannemann na origem da jogada.

A equipe de Jorge Jesus balançou a rede mais uma vez aos 22. Gabriel chutou e Paulo Victor não segurou. Para frustração da torcida rubro-negra, o gol foi novamente anulado por impedimento do camisa 9. Sem produção ofensiva e valorizando a posse de bola, uma de suas principais características, o Grêmio encontrava muitas dificuldades para superar o bloqueio defensivo adversário. Aos 40, Pitana retornou ao VAR e aplicou cartão amarelo em Michel, após falta sobre Gerson.

SEGUNDO TEMPO

O Grêmio voltou com uma postura mais agressiva. Aos 5 minutos, Luan apareceu e chutou prensado dentro da área. Mais ligado, os donos da casa marcavam presença no campo do ataque, o que não aconteceu na primeira etapa. Luan e Everton concluíram pela linha de fundo aos 9 e aos 14. O Flamengo chegou com perigo na sequência. Bruno Henrique tocou para Gabriel, que finalizou próximo à trave esquerda de Paulo Victor.

Melhor no jogo, o Tricolor teve duas boas chances. Aos 18, Luan deixou Cebolinha na cara do gol. Ele finalizou forte e Diego Alves fez um milagre. Logo depois, Matrheus Henrique bateu na entrada da área e o goleiro flamenguista espalmou outra vez. No momento momento do Grêmio, o time carioca teve paciência para trocar passes e marcou o gol.

Aos 24 minutos, Arrascaeta cruzou da direita, Bruno Henrique subiu nas costas de Galhardo e cabeceou para o chão – 1 a 0. Aos 35, Gabriel recebeu de Arão e completou para o fundo da rede, mas estava impedido. Renato colocou Maicon, Pepê e André nas vagas de Michel, Alisson e Tardelli, respectivamente. Aos 38, Bruno Henrique avançou e bateu para boa defesa de Paulo Victor. O Tricolor não desistiu e empatou cinco minutos mais tarde. Everton cruzou da direita e Pepê, de joelho, completou para o gol – 1 a 1 na Arena, que recebey 51.406 torcedores.

COPA LIBERTADORES DA AMÉRICA
SEMIFINAL – JOGO 1
GRÊMIO 1 a 1 FLAMENGO

Data e horário: Quarta-feira, 2 de outubro, 21h30
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Arbitragem: Néstor Pitana, com Juan Belatti e Hernán Maidana (Argentina)
Vídeo: Mauro Vigliano (Argentina)
Cartões amarelos: Michel, Diego Tardelli, Kannemann (Grêmio); Rodrigo Caio (Flamengo)
Gols: Grêmio - Pepê
(43/2ºT); Flamengo - Bruno Henrique (24/2ºT)

GRÊMIO
Paulo Victor; Rafael Galhardo, David Braz, Kannemann e Bruno Cortez; Michel (Maicon), Matheus Henriquel, Alisson (Pepê), Luan e Everton; Diego Tardelli (André)
Técnico: Renato Portaluppi

FLAMENGO
Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson (Piris da Motta) e Arrascaeta; Everton Ribeiro, Gabriel Barbosa e Bruno Henrique (Vtinho)
Técnico: Jorge Jesus