Sobradinho 02/02/2020 16h14 Atualizado às 19h39

Vídeo gravado por presidente de ONG animal gera polêmica

Grupos se mobilizaram, considerando a publicação ofensiva e expositiva

Um vídeo postado nesse sábado, 1º, com pouco mais de sete minutos, gerou polêmica nas redes sociais. As imagens foram feitas pela presidente da ONG Amigos do Melhor Amigo, de Sobradinho, Cláuria Ruoso. Com mais de 200 mil visualizações, a publicação recebeu críticas de diversos grupos.

Na gravação, a presidente da ONG foi até uma residência precarizada às margens do Arroio Carijinho, no Bairro Rio Branco, em virtude de uma denúncia de zoofilia e maus-tratos. Nas imagens ela mostra o morador, que, na gravação, é acusado de supostamente estuprar cachorros e de não possuir condições de ter nenhum animal de estimação, tendo em vista a situação precária da moradia.

Grupos se mobilizaram, considerando a publicação ofensiva e expositiva, e vão realizar doações para o homem acusado de maus-tratos no vídeo. Segundo um dos manifestantes, a ideia é entregar roupas, alimentos e outros materiais arrecadados nesta segunda-feira, 3, para o catador, cuja renda o coloca na linha da extrema pobreza.

O homem mora em um barraco e o terreno fica em área de proteção ambiental. "Queremos mostrar para todos que há pessoas do lado dele. Pretendemos mostrar principalmente a esta senhora como se trata um ser humano com carinho e respeito", disse um dos líderes da mobilização, que preferiu não se identificar. Ele afirmou que o grupo pretende se manifestar também nesta segunda-feira.

A reportagem teve acesso ao vídeo, mas em respeito à legislação vigente, o Portal Gaz não irá divulgá-lo.

LEIA TAMBÉM: Moradores denunciam abandono de cachorro no Bairro Várzea

"Reconheço meu erro"

A presidente da ONG, Cláuria Ruoso, em nota de retratação enviada à imprensa, pediu desculpas. "Com referência ao vídeo postado ontem, 01/02/2020, em minha rede social Facebook, venho publicamente esclarecer que jamais tive a intenção de humilhar ou ofender ninguém, tampouco ofender o indivíduo que aparece no vídeo. Recebi uma denúncia de maus-tratos e zoofilia (guardo gravada em áudio) através da ONG Amigos do Melhor Amigo, a qual presido, e ao atender ao chamado, no calor da emoção e do amor e dedicação que tenho pelos animais, exaltei-me e agi de forma desproporcional, a qual estou arrependida. Reconheço meu erro e venho publicamente externar meu pedido de desculpas”, escreveu.

O que diz a Brigada Militar

O Portal Gaz entrou em contato com o tenente-coronel Giovani Paim Moresco, comandante do 23º Batalhão da Brigada Militar. Ele explicou que a Brigada foi chamada até o local para acompanhar a presidente da ONG, Cláudia Ruoso, a pedido dela mesma, como um chamado de rotina. Porém, segundo ele, não foi encontrada  nenhuma evidência ou comprovação de que houve algum crime e, com isso, nenhum registro foi feito.


LEIA TAMBÉM: Casos de maus-tratos a animais ainda são frequentes em Santa Cruz do Sul