Investimento 12/02/2019 11h08

Os benefícios que a Havan propõe para abrir domingos e feriados

Gerente de Recursos Humanos da empresa detalhou a proposta apresentada ao Sindicato dos Comerciários

Após a divulgação de um vídeo em que o presidente da Havan pede apoio da população para investir em Santa Cruz do Sul, o gerente de Recursos Humanos (RH) da empresa, Aurélio Paduano, detalhou a proposta feita ao Sindicato dos Comerciários para abrir domingos e feriados. Em entrevista à Rádio Gazeta na manhã desta terça-feira, 12, ele afirmou que, por ano, a diferença para o trabalhador pode chegar a cerca de R$ 8,6 mil – o que equivale a aproximadamente R$ 720,00 por mês.

LEIA MAIS: “Se quiser vir e fazer algum acordo de segunda a sábado, será bem-vinda”, diz Afonsinho

Segundo Paduano, a Havan agora aguarda um posicionamento do Sindicato dos Comerciários, mas espera que o processo seja agilizado. A proposta da rede, conforme o gerente de RH, ainda inclui piso de R$ 1,4 mil para a categoria – e não os atuais R$ 1,3 mil -, quebra de caixa de R$ 140,00 (atualmente o valor é R$ 131,00), R$ 65,00 por feriado trabalhado, mais uma folga no dia seguinte, R$ 45,00 por domingo trabalhado e folga, participação de resultados e aumento do período de licença-maternidade, entre outros benefícios.

À Rádio Gazeta, o presidente do Sindicato dos Comerciários, Afonso Schwenger, afirmou que ainda estuda se vai realizar uma nova assembleia para definir o assunto. Na avaliação dele, a questão já teria sido decidida na primeira reunião com a categoria. 

Ouça abaixo a entrevista, com toda a proposta detalhada:



LEIA MAIS: