Gazeta na escola 18/05/2018 23h02 Atualizado às 11h50

Mamães vão à escolinha e dão um show na diversão

Elas passam um turno na instituição dos filhos e promovem brincadeiras e atividades para entreter a garotada

Foto: Bruno Pedry

Thiery, Deili, Gildete e Jôse: projeto aproxima os familiares e a criançada na escolinha
Thiery, Deili, Gildete e Jôse: projeto aproxima os familiares e a criançada na escolinha

Sabe aquelas pessoas que chegam em qualquer ambiente e só por estarem ali já contagiam as demais ? Pois então. Assim é Cristina. Cristina Soares é mãe da pequena Manuela, de 4 anos. Convidada para passar uma tarde na Escola Municipal de Educação Infantil Aliança, de Santa Cruz, Cristina divertiu tanto a garotada que deixou de ser Cristina para ser chamada pelos pequenos como “a mãe da Manu”.  “Me diverti muito”, diz Cristina, com seu típico entusiasmo.

Em algumas horas que ficou na chamada turma dos Coruinhas, a mãe de Manu fez de tudo um pouco. No rosto de Artur Caetano Kist, por exemplo, a pedido do menino, ela desenhou uma aranha. Em outros garotos passou gel no cabelo, pintou a unha das meninas e brincou de fazer maquiagem no entorno dos olhos. Já outra garotinha quase suplicou para que a mãe de Manu fizesse trancinhas em seus cabelos. E quem provocou alvoroço semelhante foi dona Eva, mãe de Emili. Ela entrou na cozinha da escola e também surpreendeu os pequenos ao preparar um delicioso bolo de chocolate que provocou um “aahh” dos pupilos, quando tirado do forno.   

Eva e Cristina pediram folga no trabalho para atenderem a um projeto sugerido pelos educadores da Emei Aliança. “Achei a ideia incrível porque assim conhecemos as crianças com quem nossos filhos brincam todos os dias”, relata Eva. Além de Eva e Cristina, outras mamães aderiram à proposta, conforme suas possibilidades. “Nossa intenção é aproximar os familiares da escolinha, para proporcionar momentos de convívio com as crianças e os educadores”, explica a diretora Deili Rosa. Segundo ela, a instituição promove várias ocasiões durante o ano letivo em que os responsáveis pelos pequenos possam participar de confraternizações. Em maio, em virtude do Dia das Mães, as educadoras Jôse Ferreira e Gildete Goularte resolveram desenvolver um projeto mais específico, o Mãe é Amor. A finalidade, segundo elas, é fortalecer os vínculos entre família e escola. “Por meio de atividades lúdicas promovemos a socialização e estimulamos a afetividade entre as crianças e suas mães”, comenta Jôse.

Atividades práticas

Na primeira etapa do projeto ocorreu a visita das mães à escolinha e cada uma desenvolveu atividades práticas com as crianças conforme suas habilidades, como  artesanato, culinária, maquiagem, penteados e música. Após a visita, os alunos modelaram suas mães, fizeram desenhos com as características de cada uma e expuseram no educandário. Um questionário sobre a relação de pais e filhos também foi respondido pelas mães. A próxima etapa é a confecção de um livrinho de receitas das mamães. Já a culminância do projeto será com um piquenique, com a participação de pais e educadores. “O mais importante de tudo isso é proporcionar essa integração dos pais ou responsáveis nas atividades cotidianas das crianças”, afirma a diretora Deili Rosa. A Emei Aliança atende 122 crianças.


Artur e Cristina: aranha pintada no rosto


Eva e Cristina com as crianças: mamães levam entretenimento para a pré-escola


Luiza e Joaquim modelaram suas mães


Eva preparou bolo de chocolate na Emei