Pé na Estrada 24/01/2020 11h54

Fórmula 1 terá 22 etapas no ano

Tudo se inicia no dia 15 de março, com o Grande Prêmio da Austrália, em Melbourne

Olá, galera! A Fórmula 1 começa a se aquecer para a temporada 2020. Tudo se inicia no dia 15 de março, com o Grande Prêmio da Austrália, em Melbourne. Depois, ainda em março, no dia 22, haverá o Grande Prêmio do Bahrein, em Sakhir. O ano terá nada menos do que 22 provas, fechando em 29 de novembro, com o Grande Prêmio de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. O GP do Brasil, em Interlagos, será o penúltimo, em 15 de novembro, e com grande chance de ser altamente decisivo, a considerar a classificação dos pilotos na reta final. O ano tem novidades significativas, como a saída do GP da Alemanha, que sempre foi tradicional; retorna o Grande Prêmio dos Países Baixos, em Zandvoort, em 3 de maio, e haverá a estreia do Grande Prêmio do Vietnã, em Hanói, no dia 5 de abril, já a terceira corrida da temporada. O ano promete!

Sem brazuca na F1, com brazucas na F2
O ruim, para os brasileiros, é que, se a Fórmula 1 promete, com um ano de 22 provas, infelizmente não haverá piloto brazuca no grid, ao menos no começo da competição. Na verdade, mesmo na Fórmula Indy um único brasileiro está confirmado, Tony Kanaan, e apenas para corridas em ovais. Menos mal que há brazucas em outras categorias, como a F2, divisão de acesso, onde Pedro Piquet e Felipe Drugovich estarão nas pistas. O mesmo vale para as categorias de turismo e GT, que terão vários pilotos do Brasil correndo.

Felipe Fraga já corre neste findi na Flórida
Os brasileiros terão boas razões para acompanhar o Intercontinental GT Challenge, que prevê cinco etapas, uma em cada continente. O campeão da Stock Car, Felipe Fraga, fará a primeira temporada completa. Fraga disputará as 24 Horas de Daytona, na Flórida, neste final de semana, e já em 2 de fevereiro acelera pela GT Challenge em Mount Panorama, na Austrália, primeira etapa da competição, que depois terá Spa-Francorchamps, Bélgica, em 25 e 26 de julho; Suzuka, Japão, em 23 de agosto; Indianápolis, nos EUA, em 4 de outubro; e Kyalami, África do Sul, em 22 de novembro, fechando a temporada.

Você SaBia?
O ambiente do automobilismo segue com novidades nas mais diversas frentes. E nem só no que diz respeito às pistas. Por exemplo: principal corredora feminina do Brasil, Bia Figueiredo, nome vip no grid da Stock Car, vai ficar longe das corridas até o final do ano. A razão? Ela está grávida, de três meses. Bia será mamãe pela primeira vez. Sua equipe, a A.Mattheis, ainda não definiu quem vai substitui-la. Na verdade, Bia já havia corrido a última etapa de 2019, a de Interlagos, grávida. É casada com Fabio Souza. Ela inclusive planejava disputar as 24 Horas de Daytona, em Daytona Beach, na Flórida, neste final de semana, com realização entre amanhã e domingo.

Dakar é tri
O mundo ingressou em janeiro acompanhando o popular Rally Dakar 2020, entre 5 e 17 de janeiro. Foi a 42ª edição, a primeira na Arábia Saudita, com 12 etapas. As últimas 11 edições haviam sido realizadas na América do Sul. O destaque foi o espanhol Carlos Sainz (pai do piloto Carlos Sainz Junior, da F1), que, aos 57 anos, conquistou o tricampeonato, ao lado do navegador Lucas Cruz. Sainz correu os 5 mil quilômetros com um Mini. Tornou-se um dos maiores pilotos da história do rally.

Força, Yndi e Vini!
Hoje e amanhã, todos na torcida por Yndi Asp e Vini Kothe, atletas do skate identificados com Santa Cruz do Sul, que disputam o STU QS 2020 em Florianópolis (SC). Classifica para compor a seleção brasileira nas modalidades Park e Street.

Foco, força e fé, respeito e humildade. E pé na estrada. Acelera, 2020. O ano começou!